Anunciantes declaram otimismo e os investimentos em marketing devem crescer em 2019, aponta estudo

Anunciantes declaram otimismo e os investimentos em marketing devem crescer em 2019, aponta estudo

79% dos executivos afirmam estar realistas e confiantes para os investimentos em marketing e comunicação, revelando uma mudança de perspectiva para o próximo ano se comparado ao anterior

Fonte: ProXXIma – https://www.proxxima.com.br

De acordo com o estudo Marketing Compass® que busca investigar e analisar as movimentações dos investimentos em marketing no Brasil e mapear tendências na composição desses investimentos para um futuro próximo, 82% dos anunciantes consideram que o pior momento da recessão econômica já passou e 60% apontam uma retomada lenta, enquanto 22% dos entrevistados acreditam em ritmo médio, com apenas 5% mostrando-se pessimistas com a situação econômica brasileira.

A terceira edição do levantamento teve apoio institucional da ABA (Associação Brasileira de Anunciantes), entidade que representa interesses do público. Com o objetivo de apresentar um balanço do mercado brasileiro sobre as principais escolhas realizadas pelos anunciantes em 2018 e, ainda, identificar as apostas para o melhor uso do orçamento em 2019, o estudo realizado pela Croma ouviu cerca de 102 profissionais responsáveis pelo budget de marketing e comunicação de empresas anunciantes de diversos setores em todo o país no período de novembro.

“O Marketing Compass é uma bússola que orienta executivos que tomam decisões sobre investimentos de marketing e comunicação e tornou-se uma ferramenta aguardada pelo mercado, especialmente em um contexto brasileiro desafiador e competitivo”, afirma Edmar Bulla, CEO da Croma e responsável pelo estudo. “É um projeto feito por e para os anunciantes. A Croma é apenas um viabilizador, porque queremos contribuir de modo concreto para trazer maior clareza e suportar a melhor tomada de decisões”, completa.

FELIZ ANO NOVO

Os últimos três anos foram definidos pelos anunciantes como “desafiadores”, com nuances de dificuldade, superação e mudança. Para 2019, a palavra de ordem é “crescimento” e vem acompanhada de esperança, mesmo com alguma incerteza. Nesse contexto, 79% dos executivos declaram estar realistas e confiantes para os investimentos em marketing e comunicação. O estudo anterior apontou que os mesmos executivos tiveram de reavaliar suas expectativas. Para 2019, no entanto, mesmo entre os setores que estavam mais pessimistas em 2018, houve uma reversão de expectativas e 36% das empresas planejam maiores investimentos no próximo ano.

A expectativa de aumento total nos investimentos de marketing e comunicação passou de 25% para 38%, enquanto a de redução caiu de 28% para apenas 13%. Setores que mais declararam intenção de aumentar seus investimentos foram: eletrônicos, informática e tecnologia, bancos e instituições financeiras e alimentos e bebidas. Em contrapartida, os que mais declararam reduzir seus investimentos foram: cosméticos e cuidados pessoais e super e hipermercados.

Sobre perspectivas de desempenho de modo geral, 63% dos entrevistados projetam aumento de faturamento para 2019, sendo que 52% preveem aumento de até 20%. Apenas 4% afirmam que o faturamento será menor que em 2018. “Essa mudança de modelo mental é fundamental para que os planos e atividades de marketing sejam diretamente impactados na prática. Se os anunciantes estão mais otimistas, todo o mercado se aquece, em toda a cadeia produtiva e de valor”, afirma Bulla.

A respeito do rateio, TV e mídia digital dominam a alocação dos investimentos em mídia para 2019 (no estudo anterior as mídias digitais estavam ligeiramente à frente de TV, mas nesse ano elas inverteram suas posições). Destacam-se:

• TV para super e hipermercados, comércio e varejo em geral, e cosméticos e cuidados pessoais;
• Mídias digitais para eletroeletrônicos, informática e tecnologia, saúde e educação;
• Promoções, patrocínios e eventos para construção, reforma e decoração;
• PDV para construção, reforma e decoração;
• Ações de relacionamento para saúde e serviços no geral;
• OOH (mídia exterior) para saúde e lazer, viagem e entretenimento;
• Mídia impressa para serviços no geral;
• Rádio para bancos, instituições financeiras e serviços no geral.

No caso de verbas de produção, a maior parte dos recursos será destinada às agências (25%) e à produção digital (17%). Destacam-se:

• Agências para lazer, viagens e entretenimento e indústrias no geral;
• Produção digital para saúde e educação;
• Desenvolvimento de produtos para cosméticos e cuidados pessoais, construção, eletroeletrônicos e tecnologia;
• Produção de materiais de PDV para construção;
• Pesquisa para comércio e varejo no geral;
• Influenciadores de marca para lazer, viagens e entretenimento.

ADEUS ANO VELHO

 Pouco mais de 1/3 das empresas planejaram aumentar seus investimentos em marketing e comunicação em 2018. Os destaques positivos foram: construção, reformas e decoração, alimentos e bebidas, saúde, lazer, viagens e entretenimento, eletroeletrônicos, informática e tecnologia, serviços no geral. De outro lado, super e hipermercados, comércio e varejo no geral declaram redução de seus investimentos em 2018.

Entre os que planejaram aumentar o orçamento em 2018, 57% deles realmente efetivaram esses investimentos, porém 30% investiram menos que o planejado. Entre os que planejaram diminuir o investimento, 75% efetivaram essa redução. A variação positiva ou negativa das vendas e perda ou ganho de rentabilidade foram as principais razões das alterações de investimento em 2018 em relação a 2017.

Entre os anunciantes que aumentaram seus investimentos em marketing e comunicação em 2018, houve redirecionamentos, principalmente em mídias digitais, TV, rádio, OOH e produção digital. Para os que diminuíram seus investimentos, as mídias digitais e TV também foram as que sofreram maiores alterações. Houve também impactos nas promoções, patrocínios e eventos.

Investimentos foram menos assertivos em 2018 frente a 2017. Em 2018, 51% dos anunciantes consideraram que seus investimentos atenderam de 75% a 100% de suas metas, enquanto em 2017 esse percentual chegou a 68%. As mídias digitais foram reconhecidas como as que apresentaram melhor ROI, deixando TV, promoções, PDV e relacionamento em um mesmo patamar. Em 2018, TV diminuiu a distância para as mídias digitais de 21 pp para 10 pp, segundo declaração dos anunciantes.



investimento em marketing digital

Por que é recomendando investimento em marketing digital

Hoje em dia, ter uma presença efetiva na rede é essencial para os negócios e, para isso, é essencial o investimento em marketing digital. Com ele, você pode aumentar, e muito, o lucro da sua empresa!

Mas para alguns empresários é um desafio definir um Orçamento para o Marketing Digital. Apesar de almejarem crescimento, ainda não investem em soluções e não sabem qual seria o investimento adequado.

Isso porque muitos CEOs ainda não enxergam a importância da área e encaram o marketing como uma despesa. No entanto, o Marketing Digital tem apresentado outra perspectiva, tornando-se uma oportunidade de crescimento e geração de vendas, quando unido à equipe comercial.

Esse novo cenário consolida-se em um ambiente de aumento da competitividade, para o qual o Marketing Digital tem contribuído com estratégias que tornam a empresa mais relevante e competitiva para o público.

Mas, como definir o investimento em marketing digital?

O orçamento de marketing digital

Se você realmente quer gerar resultados expressivos, é preciso que o investimento em marketing digital seja de forma contínua e saudável, sempre mensurando o retorno do investimento.

Geralmente um orçamento de marketing digital envolve pelo menos os seguintes investimentos:

•             Desenvolvimento ou atualização do website;

•             Anúncios (Google Adwords, Facebook Ads e outros);

•             Produção de conteúdo;

•             Ferramentas (e-mail marketing, automação de marketing, analytics, CRM, etc);

•             Equipe ou agência parceira;

Quanto investir

Falando diretamente em valores, para obter sucesso com uma campanha digital, considerando uma estratégia de inbound marketing completa com os itens que listamos acima, o ideal é que se inicie o processo com um orçamento de marketing digital de ao menos R$5.000,00 por mês.

Conforme os resultados forem aumentando o recomendado é que o investimento seja entre 5% e 10% do faturamento dependendo do custo do produto e da margem de lucro.

Orçamento correto de uma campanha de marketing digital

Um orçamento de marketing obriga você a pensar cuidadosamente sobre aonde deve investir melhor para economizar recursos e tirar o melhor proveito das estratégias. Ou seja, um orçamento te dá uma base para analisar qual o ROI (retorno do Investimento) das suas estratégias de marketing, descobrindo assim o potencial de retorno delas.

Dessa forma, saberá quais estratégias deve abandonar e quais devem ser remodeladas para que o investimento traga o máximo de retorno possível.

Agora que você já sabe quanto e como investir em marketing digital, precisa se familiarizar com alguns pontos importantes para garantir que seu orçamento seja aplicado corretamente.

1 – Esperar resultados imediatos

Para garantir o sucesso da estratégia de marketing digital é necessário realizar um trabalho contínuo e duradouro com um bom planejamento.

Com um planejamento de orçamento para o marketing, você pode incluir um percentual para ficar disponível para testes. Assim, é possível tentar ações novas, sempre medindo os resultados para descobrir tendências e oportunidades de investimentos que tragam retornos muito maiores que os atuais.

Muitos empresários esperam retorno imediato ao investir em marketing digital, porém a campanha deve ser executada em longo prazo para obter resultados satisfatórios e impactar no faturamento.

2 – Conhecer sua audiência

É importante definir as personas para sua estratégia. Para direcionar seus investimentos corretamente você deve entender seu público alvo e saber quais são as necessidades dele para elaborar conteúdo relevante. Além disso, você deve acompanhar sua audiência em todos os canais de relacionamento.

3 – Faça pesquisa e um bom planejamento

Para divulgar seu negócio no mercado online e alcançar seu público alvo é essencial fazer uma pesquisa detalhada e um bom planejamento definindo seus objetivos, público, as ferramentas necessárias, etc. Outro ponto importante é integrar as mídias, mas para isso, você precisa saber onde está seu público e quais os interesses deles.

4 – Qualidade nas Publicações

Ao definir seu orçamento de marketing digital tenha em mente que a estratégia deve ser duradoura. Sendo assim, você deve realizar um planejamento para manter publicações frequentes e com qualidade. Se não houver um profissional responsável por essas atividades na empresa o ideal é buscar parcerias com agências ou profissionais especializados.

5 –Campanhas patrocinadas

Anúncios patrocinados no Facebook ou Google são ótimas formas de alcançar sua audiência e aumentar o acesso ao site. Sem dúvida, seu investimento em marketing digital será mais assertivo se contar com uma boa estratégia. Se você tem um orçamento baixo o ideal é priorizar uma mídia para obter volume suficiente e garantir um bom desempenho nela.

6 – Investimento x resultado

Você pode começar sua campanha com um orçamento de marketing digital pequeno, mas precisa ter em mente que o resultado será compatível com o valor investido.

A competitividade no meio digital é grande e para manter um crescimento nesse meio é preciso investimento. Assim que os primeiros resultados aparecerem é indicado ampliar o orçamento para aumentar a lucratividade.

7 – Acompanhamento frequente dos investimentos

O acompanhamento frequente é necessário para analisar os indicadores de resultado da campanha e aperfeiçoá-la de forma mais eficiente. Além de garantir que sua empresa não perca dinheiro.

Esse acompanhamento é essencial, e ele deve ser feito por profissionais que entendam de indicadores e otimização de campanha, do contrário sua empresa pode perder dinheiro.

8 – Envolva sua equipe com a do marketing digital

Se você não alcançou o resultado esperado é sinal de que alguma coisa está errada. Mas, isso não quer dizer que a culpa seja apenas do marketing digital. Ele é o responsável por atrair visitantes e possíveis clientes, porém, para a concretização do processo de venda, o visitante passa por outras etapas relacionadas ao site, atendimento e equipe de vendas.

Analise todos os componentes envolvidos na campanha para identificar qual necessita de melhorias, pode ser que seu site esteja precisando de otimização, por exemplo.

A importância de um orçamento de marketing pode ser resumida no potencial que a empresa ganha para investir em estratégias mais inteligentes e, consequentemente, mais lucrativas. Lembrando que esse trabalho é altamente estratégico, exigindo cuidado e apoio de profissionais experientes. Contar com a ajuda de uma agência de comunicação e marketing pode fazer toda a diferença.

O fundamental é que a empresa não recue na investida digital e busque formas de se apropriar dessa nova alternativa.

E você, já tem um orçamento de marketing definido? Conte nos comentários!

Marketing Digital para Hotéis

Marketing Digital para Hotéis: Quais são os custos e onde você deve investir seus esforços

As principais redes de hotéis e pousadas estão investindo cada vez mais no Marketing digital para Hotéis e se esforçando para competir com o que o Morgan Stanley chama de “frenemies” – as agências de viagens online (ou OTAs).

Embora as agências de viagens online (OTA’s) sejam grandes parceiras da hotelaria, as comissões das OTA’s têm aumentado e a margem de lucro dos hotéis reduzido. Esse cenário cria uma concorrência acirrada onde a comparação por preços está a um clique de distância.

Por esse motivo foi necessário agir para fortalecer os canais de reservas diretas dos hotéis e pousadas, além das negociações com OTAs para reduzir as comissões sobre as reservas. 

Os grandes hotéis puderam investir além em seu marketing digital e incluíram táticas de marketing digital generalizadas como a campanha “Stop Clicking Around” do Hotel Hilton.

Esses hotéis oferecem descontos para seus associados, além de bônus adicionais quando os clientes reservam diretamente. E mais importante ainda, essas redes investiram na infraestrutura necessária para competir com os avançados dos sites das OTAs e na otimização de mecanismos de busca.

O que os pequenos hotéis podem fazer?

Hotéis menores e independentes, com recursos limitados, também podem melhorar significativamente a sua rentabilidade, aumentando também as reservas diretas para seus hotéis. 

Cada reserva direta economiza a comissão paga às OTAs e cria um relacionamento direto entre o cliente e o hotel. 

Com uma concorrência acirrada, a necessidade de um plano de marketing eficaz que facilite as reservas diretas é clara.

Atualmente, mais de 90% das reservas de hotéis envolvem a entrada online. Os hóspedes, antes de fecharem suas reservas, fazem uma pesquisa de hotéis e preços, localização, avaliações de outros hóspedes, entre outros.

Por esse motivo é importante que três quartos do orçamento de marketing de um hotel sejam destinados ao marketing digital, canais e estratégias

Vale lembrar que o orçamento de marketing recomendado para um hotel é de 4% a 6% do total da receita anual. Esse é o valor mínimo que os hotéis precisam garantir para investir efetivamente em sua marca.

Listamos um orçamento em porcentagem a serem investidos em ferramentas de marketing de hotéis.

Design de site responsivo estende seu alcance

Com as OTAs e redes de hoteleiras para competir, é crucial que os hotéis menores tenham sites avançados e de fácil navegação.

Como quase todos os viajantes entram online para concluir o processo de reserva, somente 52% dos visitantes das OTAs entram no site do hotel antes de efetuarem a reserva e, apenas 20% das reservas diretas de um hotel são originadas de OTAs. 

Como nunca há uma segunda chance de causar uma boa primeira impressão, o design e as mensagens do site do hotel devem apresentar e representar bem o hotel, em termos de aparência, navegação simples, conteúdo rico em informções e facilidade de reserva e pagamento. 

O design deve incluir imagens com boa qualidade que retratam de forma atraente o seu hotel e detalhes sobre comodidades e uma lista de atrações próximas. 

Ao converter os visitantes antes de partirem ou voltarem para as OTAs, os hotéis independentes podem aumentar suas reservas diretas e seus lucros.

Otimização de sites

É recomendado investir 25% do orçamento de marketing digital do hotel em otimização de sites e redes sociais. Destes, 9% devem ser destinados ao sistema de gerenciamento de conteúdo e 8% investimentos em consultoria de otimização de sites.

Hospedagem, análise e otimização de mídia social devem representar 4% do orçamento total e investimentos em tecnologias de sites, como reservas inteligentes e “o que há por perto”, um acréscimo de 4%. Ao otimizar consistentemente seus sites, os hotéis garantem que estão oferecendo as mesmas capacidades de ponta dos principais sites de cadeias de hotéis e OTA.

A eMarketer projeta que em 2019 aproximadamente 70% dos viajantes digitais reservarão hotéis por meio de um dispositivo móvel, o que representa um aumento de 43,8% em relação a 2015.

Considerando isso, os sites de hotéis precisam ser responsivos, atendendo aos visitantes de desktop, celular e tablet. 

A reserva deve ser descomplicada, com o menor número de etapas possível, e os pagamentos devem ser online com uma ampla variedade de opções, incluindo cartão de crédito, boleto, depósitos, entre outros.

Campanhas de marketing digital devem representar a maior parte do seu orçamento

59% do orçamento de marketing digital de um hotel devem ser destinados para as campanhas de marketing digital de resposta direta. Veja as seguintes formas:

  • O Search Engine Marketing (SEM) inclui pesquisa paga em mecanismos de pesquisa, bem como anúncios do Google e do YouTube.  19% do orçamento deve ser aplicados às atividades de SEM
  • Search Engine Optimization (SEO) deve receber 6% do orçamento. Com a corrida a aparecer nos primeiros resultados dos mecanismos de busca, é importante investir em conteúdo atualizado e exclusivo, regularmente.
  • A Rede de Display do Google (GDN) é um mecanismo de publicidade passiva, exibindo anúncios específicos de conteúdo, para clientes em potencial em milhões de websites da rede do Google. Esta estratégia de publicidade atinge mais de 90% das pessoas online. 8% do orçamento de marketing devem ser investidos neste canal.
  • O Smart Data Marketing inclui análise de CRM de clientes e públicos-alvo, bem como marketing de taxa dinâmica. Os clientes em potencial são totalmente avaliados sobre as diferentes tarifas de quartos, com base na data e nos tipos de quarto. Esses esforços de marketing devem representar 13% do orçamento de marketing.
  • O e-mail marketing e CRM devem representar 3% do orçamento.
  • O marketing de meta-pesquisa, que fornece dados em tempo real sobre preços e disponibilidade, deve representar 2% do orçamento.
  • Os aprimoramentos na conversão de websites, que incluem várias estratégias para converter um visitante do website em um cliente, devem receber pelo menos 8% do orçamento de marketing. 

Esses esforços incluem uma melhor atenção no carrinho de compras no que se refere ao abandono de reservas. Disparos de e-mails automáticos quando um visitante não conclui uma reserva, ou um pop up incentivando o retorno do visitante, entre outros. 

Outros aprimoramentos incluem conteúdo personalizado, bem como programas de recompensa instantânea e tarifas inteligentes.

Embora o item acima apresente a divisão recomendada de uma campanha de marketing digital, é necessário um monitoramento consistente para garantir que esses esforços criem o resultado desejado. 

A vantagem do marketing digital é sua flexibilidade, que permite mudanças orçamentárias simples que podem ser analisadas para otimização contínua.

Abaixo está um resumo dos componentes do orçamento de marketing digital.

Aumente os resultados de marketing segmentando seus clientes

Como em qualquer negócio, é importante saber quem é seu público-alvo. Use suas ferramentas de CRM para definir as características do seu cliente e criar seu perfil. 

Os seus clientes são executivos de negócios? Casais em uma escapadela romântica? Famílias? Quais são os seus interesses durante as estadias? Construa seus perfis financeiros também, a fim de ajustar os preços de acordo. 

Ajuste suas comodidades e serviços para atender às suas necessidades específicas e crie ofertas e ofertas especiais para seu público-alvo.

Uma reserva de 16% do orçamento de marketing digital deve ser destinada para campanhas de marketing sazonais e direcionada. 

Use a análise disponível para localizar onde seu público-alvo pode ser encontrado. Onde suas pesquisas e cliques se originam? Eles estão respondendo aos anúncios do Facebook? Instagram? Eles se conectam aos seus sites em sites OTA ou em fóruns de revisão como o TripAdvisor? 

Depois de localizar seu público, lembre-se de expandir para outros canais, aumentando assim seu alcance e, em última análise, sua base de clientes e reservas.

Lembre-se de responder a todos os comentários de clientes anteriores nos sites de comentários, seja para agradecer a um convidado ou responder a uma reclamação, pois esses são os principais locais que seu público provavelmente visitará. Muitos viajantes geralmente verificaram o TripAdvisor antes de concluir uma reserva.

Para resumir tudo, preste atenção às tendências do setor , certifique-se de definir seu mercado-alvo e analise sua base de clientes para atualizar suas estratégias de marketing. Concentre a maioria de seus esforços de marketing em marketing digital, certificando-se de oferecer um site responsivo e fácil de navegar, bem como estratégias de marketing adicionais para transformar os visitantes em reservas diretas.

câncer de mama

Outubro Rosa alerta para a prevenção do câncer de mama!

Autoexame e a mamografia são importantes para o diagnóstico precoce do câncer de mama

Durante o mês de outubro, todos nós abraçamos a campanha “Outubro Rosa”, que vira o foco das atenções no combate ao câncer de mama. E nós, da Divulggare fizemos uma importante pesquisa para listar notícias importantes, da prevenção ao tratamento da doença.

Desde a década de 1990, quando nasceu o movimento Outubro Rosa, a data é celebrada anualmente para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. Seu principal objetivo é compartilhar informações sobre a doença, promover a conscientização sobre o câncer de mama, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Com exceção dos tumores de pele, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres. E, apesar dos avanços na medicina e automaticamente as melhorias recentes no tratamento, é inegável que as brasileiras ainda passam por grandes desafios contra essa doença.

Daí vem a grande importância de valorizar a campanha Outubro Rosa.

Durante o movimento, são promovidos debates e apresentações sobre o tema. Além da produção de materiais e outros recursos educativos para disseminar informações sobre prevenção e detecção precoce do câncer de mama.

Entre as diversas informações estão a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas; informar que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos; mostrar a diferença entre mamografia de rastreamento e diagnóstica; esclarecer os benefícios e malefícios da mamografia de rastreamento; informar que o Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias, entre outras.

Em uma pesquisa na internet, localizamos uma publicação da Editora Abril com o tema  “Outubro Rosa 2018: mensagens importantes sobre o câncer de mama” rica em informações importantes sobre o câncer de mama, desde a prevenção ao tratamento, passando pelas fake news!

Boa Leitura!

e-mail personalizado

Por que você precisa de um endereço de e-mail personalizado?

Se você é proprietário de uma pequena empresa com um site da sua marca, já possui um e-mail personalizado, presente nos canais de mídia social e um blog ativo, parabéns, você está fazendo o marketing digital certo.

Mas se você não estiver usando um endereço de e-mail personalizado mas um e-mail hospedado por empresas normalmente associadas a endereços pessoais (como o Gmail ou o Yahoo), você está fazendo errado.

Esse pequeno detalhe, mas crucial, por não usar um e-mail personalizado prejudica as empresas de maneiras que seus proprietários talvez não reconheçam.

Para elucidar a importância de usar um e-mail personalizado relato cinco razões importantes pelas quais você precisa de um endereço de e-mail personalizado da sua empresa.

Tenha e-mail personalizado para parecer profissional

Assim como você não compareceria a uma reunião importante vestindo bermuda e camiseta, você não deve representar sua empresa com endereço de e-mail grátis.

Um endereço de e-mail profissional também gera confiança e credibilidade e em clientes em potencial. Sua empresa ganha vida própria quando tem seu próprio e-mail – é mais do que apenas você, é uma organização em que a responsabilidade pelas informações de um cliente é trocada por um produto ou serviço.

Finalmente, até esse ponto, se você está tentando projetar uma imagem maior e mais corporativa (em oposição à realidade potencial de apenas ser você em sua cozinha, por enquanto), um endereço de e-mail profissional é um bom ponto de partida.

E-mail personalizado ajuda a impulsionar sua marca

Ter um endereço de e-mail personalizada da sua empresa, de alguma maneira, poderá ser parte da sua estratégia de marketing digital.

Por um lado, simplesmente ter um e-mail comercial é uma maneira importante e fácil de manter a sua empresa como prioridade para os clientes. O nome da sua empresa, e não o nome de outra empresa (como o Gmail), deve estar presente quando você distribuir um cartão ou fizer uma conexão.

Além disso, quando se trata de e-mail marketing, você vai querer enviar seus boletins de notícias a partir de um endereço de e-mail de marca.

Mais de 80% dos profissionais dizem que o email marketing impulsiona a aquisição e a retenção de clientes – não o Facebook ou anúncios impressos, mas mensagens diretamente para as caixas de entrada de email. É mais provável que você veja pessoas abrindo suas mensagens e respondendo a elas se elas vierem do endereço da empresa, e não do seu endereço pessoal.

Tem melhor custo benefício.

Para possuir um e-mail não é preciso investir muito dinheiro. Você precisa de um servidor para hospedar seu endereço virtual e assim adquirir seu e-mail.

Claro, é grátis abrir uma conta do Gmail e chamá-la de ” NameOfYourBusiness@gmail.com “. Mas só porque algo é gratuito não significa que você deva usá-la.

O uso de um endereço de e-mail com marca comercial não é necessariamente gratuito, mas geralmente é próximo a ele. Se você já comprou um nome de domínio, o endereço de e-mail comercial provavelmente será incluído no custo.

A Divulggare tem planos para hospedagem de seu domínio. Confira nossos valores aqui.

Total controle enquanto você cresce.

É um pouco compreensível se você pensou que, porque seu negócio era apenas você, que não há problema em usar seu endereço de e-mail pessoal para negócios.

Mas o que acontece quando você começa a crescer e traz os funcionários a bordo? Você vai dar acesso ao seu e-mail pessoal?

Dar endereços comerciais aos funcionários permite manter a correspondência e mantê-la em funcionamento se um deles deixar a empresa. Se eles saem com toda a sua correspondência sob seu e-mail pessoal, você está sem sorte. Em vez disso, defina todos os emails que o endereço recebe para encaminhar para a sua substituição; ou faça com que os funcionários usem um endereço geral como “contato@seunegocio.com.br ” para que você possa manter o mesmo endereço ativo.

Se você criar uma maneira padronizada de atribuir novos endereços a novos funcionários, como “ nomesobrenome@seunegocio.com.br ”, será mais fácil para as pessoas encontrarem e se corresponderem com a pessoa certa, reduzindo a quantidade de tempo necessária. para encaminhar e-mails ou fazer conexões.
Pode ajudar suas chances de obter crédito

De acordo com a Small Business Administration , uma das maneiras que os credores avaliam a credibilidade de uma empresa que procura um empréstimo é olhando para o seu endereço de e-mail. Ter um domínio “real” ajudará a convencer os credores de que você é um negócio “real” com um sistema de comunicação organizado.

Ter e usar seu endereço comercial em correspondência com os credores irá percorrer um longo caminho para cimentar suas chances de conseguir o empréstimo que você precisa para expandir seus negócios e alcançar seus objetivos.

Em um mundo perfeito, não seríamos julgados por nossas aparências, apenas pela qualidade do trabalho que produzimos. Mas nós vivemos em um mundo superficial. E, felizmente, é fácil colocar uma camiseta legal e bons sapatos, ou começar a usar um endereço de e-mail profissional para realizar negócios. Esse pequeno passo pode ajudar você a ter sucesso.

BACK TO TOP