Inbound marketing x Outbound marketing
marketing-digital-pequenas-empresas

Inbound marketing x Outbound marketing

A melhor maneira de usar o marketing na sua empresa

O novo versus o tradicional. De uma maneira mais simples, essas são as diferenças entre Inbound Marketing e Outbound Marketing.  Ambos são modelos que apresentam focos diferentes dentro do marketing. No Inbound seu objetivo principal é atrair e fidelizar clientes, despertando o interesse deles para o que sua empresa oferece.

Já no Outbound, considerado como tradicional, oferecendo serviços ou produtos. A ideia é ir atrás do cliente ativamente e não necessariamente gerar o interesse genuíno desse possível cliente na sua empresa.

Inbound Marketing

A ideia principal do Inbound não é ir atrás do cliente, e sim despertar o interesse dele para que ele venha até você e se interesse pelo que a sua empresa oferece.

Essa atração é conquistada através de conteúdos de qualidade para o seu público. Sendo a produção de conteúdo o principal combustível para o Inbound, é necessário que esse conteúdo seja de qualidade e que comunique com as pessoas certas.

Assim como a ideia principal é atrair o público e despertar nele um interesse genuíno nos produtos ou serviços da empresa, é preciso entender bem quem é esse público. Ou seja, primeiro saber quais são seus interesses, dúvidas e desafios, para então oferecer materiais/conteúdos que o ajude a resolver os problemas que tem.

Além disso, o fazer enxergar uma oportunidade ainda não vista, onde a solução é exatamente o serviço/produto que a sua empresa oferece.

Assim, ao publicar o conteúdo certo no lugar e no momento certo, o marketing se torna relevante e útil para os seus clientes. Dessa maneira, a venda é resultado de um trabalho de qualidade, bem orientado e específico.

Outro ponto a se destacar no Inbound Marketing é o seu custo. Aqui você vai conseguir investir menos e ter um bom retorno.

Outbound Marketing

A ideia do Outbound Marketing é ir atrás do cliente ativamente e não necessariamente gerar o interesse genuíno desse possível cliente na sua empresa.

Usado nos meios tradicionais de comunicação, ao usar propagandas no rádio, TV, jornais, revistas, mala direta, enfim, nos meios mais comuns de publicidade.

Mas, além desses meios, podemos encontrar o Outbound no meio digital também. Banners, emails em massa e pop-ups são alguns tipos de publicidade presentes nessa metodologia.

O investimento no Outbound difere bastante do Inbound, pois as mídias são bem mais caras. Se você precisar cortar o investimento, você “some” da mídia, quando se usa o outbound.  O que não acontece no Inbound, já que seus conteúdos continuam na internet e podem ser acessados a qualquer momento.

Conclusão

Mesmo com diferenças relevantes no marketing, esses dois métodos podem se complementar. Juntos formam uma poderosa estratégia de marketing para sua empresa.

E sua empresa, quais estratégias utiliza hoje? Já trabalha com algumas dessas duas ferramentas?

 

investimento-marketing

A importância de pesquisar antes de qualquer investimento

Saiba qual a melhor opção de investimento

Com o final do ano se aproximando, vem a necessidade de fazer investimento. Empreendedores já começam a pensar em quais ações podem ser realizadas, sejam elas para aumentar suas vendas ou serviços.

Especialistas alertam que pesquisas de mercado são importantíssimas para saber qual o melhor investimento a ser feito nas estratégias de marketing.

Vale lembrar que essas pesquisas devem estar dentro do plano de negócios da sua empresa. Desta forma você saberá realizar as melhores estratégias de marketing ao seu mercado.

Qual é o momento ideal para planejar?

O planejamento estratégico é um momento de reflexão, de discussão, avaliação e direcionamento dos rumos do negócio. Por isso, esse período que abrange de dezembro a fevereiro é o mais indicado para fazer um “checkup” da companhia e determinar metas para o ano que está por vir.

No planejamento estratégico são avaliados os pontos fortes e fracos da empresa, a concorrência, as oportunidades de negócio, as lições aprendidas, etc. Depois de fazer estas avaliações, o planejamento deve se desdobrar em planos de ação e projetos práticos.

Ou seja, deve-se definir o que será feito, quando, por quem e com quais custos. É aí que o final do ano e o início do novo ano são as melhores datas para que o corpo executivo faça o planejamento estratégico ajuda na hora de fazer investimento.

Marketing tradicional e Novo Marketing

O novo versus o tradicional. De uma maneira mais simples, essas são as diferenças entre Inbound Marketing e Outbound Marketing.  Ambos são modelos que apresentam focos diferentes dentro do marketing.

No Outbound pode-se dizer que é uma forma de publicidade, quer seja em uma fachada nova, em um jornal local, anúncio de rádio, panfletos na rua e vizinhança, cartões de visitas, esse é o papel do marketing tradicional.

Já no Inbound, considerado como o novo marketing é para aqueles que querem marcar presença mais forte na internet. Sejam elas em sites de buscas, redes sociais. Desta forma é possível atrair e fidelizar clientes, despertando o interesse deles para o que sua empresa oferece buscas, oferecendo serviços ou produtos.

A ideia é ir atrás do cliente ativamente e não necessariamente gerar o interesse genuíno desse possível cliente na sua empresa.

Coloque tudo no papel

Ao lembrar qual a missão, os valores e a visão da empresa, comece colocando tudo no papel. Reúna a equipe executiva para refletir, discutir as lições aprendidas, dar ideias, etc.

Reforce sua importância no mercado, desde a ideação até o plano final, tudo deve ser documentado.

Coloque em prática

Agora vem a parte mais difícil: colocar esse planejamento estratégico em planos de ação para cada departamento da empresa. E é nesse ponto que o pensamento sistêmico entra em ação.

É imprescindível refletir que a relevância do planejamento estratégico não vem do grau de controle ou supervisão, ou do nível de instrução detalhada que inclui, mas das decisões que ele representa.

Agora com essas dicas básicas, você sabe sobre a importância de pesquisar antes de fazer qualquer investimento.

 

funil de vendas

Como funciona o funil de vendas

Funil de vendas faz parte do marketing digital

Mesmo com tantas informações disponíveis na internet, ainda existem diversas dúvidas sobre o que é o Funil de Vendas. Na verdade este é um processo que consiste em acompanhar um cliente ou um possível cliente. Dessa forma, você saberá como é possível vender mais em tempo de crise.

Desde o momento em que ele toma conhecimento de seu produto ou serviço até a efetivação do negócio.

Ou seja, trata-se de direcionar ao seu público-alvo,  o rumo a seu objetivo final, que é a concretizar a venda.

Topo do Funil

Com intuito de despertar o interesse das pessoas pelo seu segmento, tema de marcado; e até mesmo pela sua marca, o tipo de conteúdo deve ser mais educativo. Ou seja, divulgar seu conhecimento de mercado fazendo gerar interesse de muita gente, que começará a acessar seu conteúdo. Tudo isso faz parte do marketing digital.

Passar conhecimento de forma rápida, como infográficos e e-books são bons para serem usados no funil de vendas.

De forma clara, o topo do funil tem o interesse de gerar lead, que será alimentado com o tempo até chegar ao fundo do funil e tornar-se cliente.

Meio de funil

Podemos dizer que estamos no meio do funil de vendas quando uma pessoa tem um entendimento um pouco maior sobre um produto/marca ou serviço e faz uma busca mais completa.

Nesse estágio, já demonstram uma certa intenção do usuário, e a pessoa já procurara por algo mais concreto.

Depois de converter os Leads, está na hora de estabelecer um relacionamento com o objetivo de fazê-los continuar avançando na jornada de compra e que cheguem mais maduros para o time de vendas.

Fundo de funil

No fundo do funil de vendas, encontram-se aquelas pessoas que já sabem sobre o assunto e que provavelmente já escolheram alguma marca ou empresa para saber mais detalhes.

A decisão é a parte mais simples, pois é basicamente o momento de fechamento da compra.

O time de marketing sinaliza que os Leads já tiveram relacionamento significativo e estão prontos para serem abordados. Eles se tornam oportunidades para o time de vendas.

Clientes

Ao realizar a primeira venda para a oportunidade ela se torna um cliente e é um sinal de que ao longo da jornada. Entende-se que as principais “dores” do Lead e a solução apresentada estava alinhada com as suas expectativas.

O foco nesse estágio do funil de vendas deve ser a retenção, estimular à compra de novos produtos ou à recomendação de novos clientes.

Entendeu o conceito de funil de vendas? Aumente os seus resultados, converta visitantes em leads e leads em vendas!

Marketing de Conteúdo

Trabalhe com marketing de conteúdo para gerar vendas

O poder do marketing de conteúdo na era digital

O marketing de conteúdo tem o papel de produzir e entregar informações e tornar fiel os clientes a um produto, marca ou serviço. Atualmente as empresas já estão se adaptando e reestruturando suas estratégias de marketing digital.

O tempo todo estamos conectados, absorvendo algum tipo de conhecimento, não importa qual seja.

Quando pensamos em comprar, ou conhecer algum produto, buscamos informações de como funciona, suas vantagens, desvantagens e o que as pessoas andam falando sobre o que estamos buscando no momento, para depois tomarmos uma decisão.

Então, estaremos em busca de informações relevantes que nos auxiliem em nossa decisão.

Transmita confiança

Quando falamos em marketing de conteúdo, não estamos falando apenas em qualquer conteúdo. Devemos passar confiança e criar uma aproximação para aqueles que estão lendo. Criar essa proximidade entre você e seu cliente ou potencial cliente faz toda diferença.

Gerar essa interação como confiança e credibilidade, o resultado é apenas um, aumento nas vendas.

Gere conteúdo relevante

Para você seduzir o cliente é necessário gerar conteúdos relevantes e atraentes, oferecendo para ele uma recompensa digital gratuita no início, e depois e-books pagos. Além dos e-books, postagens em blogs, artigos, vídeos, e imagens são estratégias conhecidas no marketing de conteúdo.

Sabendo usar, se torna uma poderosa ferramenta para atrair e conquistar cada vez mais fãs, clientes e, assim, envolvê-los no processo de compra on-line.

Trabalhe com o marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é considerado uma das estratégias de grande impulso para seu negócio. Compreender o poder dessa ferramenta é essencial para o crescimento e fortalecimento da sua marca.

Veja algumas dicas:

  • Descobrir quem é o seu público;
  • Produza conteúdos sobre temas que seu público quer ler ou ouvir;
  • Seja ordenado com a periodicidade da publicação;
  • Promova seu conteúdo;
  • Elabore conteúdo para cada fase do seu consumidor;

Agora que você sabe como trabalhar com o marketing de conteúdo, compartilhe conteúdos direcionados ao seu público alvo que ele fechará o negócio, antes mesmo de entrar em contato com a empresa ou com você. Gostou? Saiba mais sobre algumas estratégias de marketing e atraia mais pessoas a sua empresa.

Estratégias de marketing digital para pequenas e médias empresas

As estratégias de marketing digital envolvem algumas ações que qualquer empresa pode executar para melhorar a sua presença na rede, como gerenciar as redes sociais de forma criativa e melhorar o posicionamento do site.

As mudanças que trouxeram a transformação digital e as novas tecnologias tem proporcionado o surgimento de um novo consumidor tanto para o B2C como o B2B.

Agora as empresas precisam lidar com o aumento da concorrência e clientes mais exigentes, ao que os especialistas chamam de consumidor 3.0, clique aqui para saber seu perfil e como lidar com eles. Para sobreviver no seu ‘benchmarketing’, é importante que as empresas tenham estratégias de marketing digital e se enquadrem para fazer mais negócios com o novo consumidor.

As grandes empresas, com seu poder de investimento, já mudaram suas estratégias de marketing digital para atingir o consumidor 3.0. Claro que as pequenas e médias empresas não tem a mesma capacidade pra agir com o mesmo dinamismo, mas a grande notícia é que essa transformação digital também contribuiu para ajudar na estratégia de marketing digital para quem não tem uma montanha de dinheiro para investir.

Confira a seguir nossas dicas e ferramentas que podem ser úteis para o seu negócio começar a melhorar os resultados com essa estratégia de marketing digital.

Melhore as práticas em redes sociais

Quando você tem um negócio é imprescindível que tenha também, uma presença em redes sociais. No entanto, nem todo mundo está indo bem e um erro muito comum é abrir perfis em todas as redes sociais ao invés de focar naqueles onde os seus clientes potenciais são realmente ativo.

Por exemplo, se os seus clientes marcam consistentemente a geolocalização do seu comércio no Instagram ou enviam mensagens através desta rede social, mas raramente ‘retuitam’ o seu conteúdo no Twitter, é recomendado concentrar seus esforços e investir mais tempo no Instagram. Ele está analisando as redes sociais que geram mais engajamento com o seu negócio e pode ajudá-lo a vender mais e melhor.

Para ser mais produtivo na gestão das suas redes sociais, existem algumas ferramentas como HootSuite ou mLab que possibilitam programar suas publicações, liberando tempo para você fazer outras ações como atender seus cliente no seu negócio físico. A DT+Seekr é outra ferramenta que pode ajudá-lo a monitorar suas palavras-chave, e controlar o impacto e a extensão de suas publicações, bem como os usuários mais influentes estão se juntando e engajados a promover sua empresa.

Email marketing é a melhor forma de gerar negócio

Uma das estratégias de marketing digital que você deve implementar no seu negócio é o e-mail marketing. Aplicando práticas saudáveis com essa estratégia você cria uma oportunidade perfeita para ganhar a lealdade de seus clientes. Segundo dados da B2B magazine, 59% dos profissionais de marketing afirmam que esse é o canal mais efetivo para gerar lucro.  Não perca esta oportunidade para enviar informações, promoções e descontos de seus produtos.

Se você não sabe por onde começar uma ação de e-mail marketing, MailChimp é uma ferramenta poderosa e muito simples de usar. Essa ferramenta  permite a criação de campanhas de e-mail marketing com um design profissional, oferecendo uma análise de dados poderosa para otimizar o envio de e-mails em massa.

Melhore seu SEO para ajudar na performance da suas estratégias de marketing digital

Se você não sabe o que é o SEO, não se preocupe, vamos começar do princípio. SEO (Search Engine Optimization), traduzindo quer dizer a otimização para ser encontrado pelos motores de busca. Ou seja, é uma série de táticas para melhorar a visibilidade ou o posicionamento de um site nos resultados orgânicos de diferentes motores de busca como o Google, Bing ou Yahoo, com a finalidade de aumentar as visitas em seu site. A boa notícia é que é grátis. A má notícia é que é complicado e pode levar um longo tempo para começar a ver resultados.

Uma das coisas mais fáceis que você pode fazer em sua estratégia de marketing digital é analisar quais as palavras-chaves que poderão ser usadas nas pesquisas da web para encontrar seu negócio. Esta análise vai dizer a palavra ou conjunto de palavras que seu público-alvo usa mais frequentemente para procurar informações na internet sobre produtos similares que você oferece. Uma vez identificados, é necessário incorporar essas palavras-chave no conteúdo do seu site. Deve aparecer nas metas tags no ‘head’ do site com palavras-chaves e descrições, na URL, no corpo do conteúdo, aplicando a palavra-chave no título, no subtítulo e nas descrições dos arquivos de imagem. Essas são as métricas mais utilizada pelos motores de busca para “ver” o conteúdo do seu site e identificar se é relevante para os usuários que estão pesquisas por produtos como os que você oferece.

Big Data aplicada a pequenas e médias empresas

Poucas empresas fazem uma análise de todas as informações geradas. Existem soluções de inteligência de negócios no mercado, como BigData Business, que, com base nas informações coletadas de clientes que pagam com cartão, você levanta informações úteis (perfis e segmentos desses clientes com base no seu comportamento de compra, os preços médios concorrência na área e comparar com o seu) permitindo estudos de mercado úteis para a tomada de decisões de marketing.

BACK TO TOP