Lista de e-mails antiga; Como recuperar
lista de e-mails antiga

Lista de e-mails antiga; Como recuperar

Lista de e-mails antiga também é valiosa

Você com certeza tem um banco de dados com uma lista de e-mails antiga e que não usa há muito tempo. Já parou para pensar o quanto a sua base de leads e clientes é valiosa?

Quando temos uma lista muito antiga que não enviamos e-mails há algum tempo, é importante tentar minimizar ao máximo os cancelamentos logo no primeiro envio.

Importância de uma lista de e-mails saudável

Essa base de dados é composta por quem tem ou já teve algum interesse ou relacionamento com a sua marca, ou seja, ela é cheia de potenciais consumidores. Por isso saber usá-la de maneira estratégica e assertiva faz com que o negócio cresça de forma escalável e com sustentabilidade.

Mas não adianta ter uma base de 500 mil pessoas só por ter. É necessário limpar essa lista de e-mail antiga, retirando os e-mails inválidos e pessoas que não se interessam mais pela sua marca. Por isso é importante um bom planejamento para alimentá-la com conteúdo útil, personalizado e eficaz. Não se preocupe se sua lista diminuir 95%. O importante é ter em sua lista de e-mails antiga pessoas que se interessam e interagem com sua marca.

Porque não devemos recuperar uma determinada lista de e-mails antiga?

Uma lista sem atividade recente certamente apresentará problemas como erros de e-mails por não existirem mais, descadastramento de leads e e-mails com bounce. Isso porque ao longo do as pessoas perdem o interesse em sua marca. E por mais ofertas que você faça nada os vai demover de cancelar a inscrição.

Não tente recuperar uma lista se sua lista de e-mails antiga for comprada, de um projeto que já não existe há algum tempo e por isso sem atividade ou importar contatos misturando inscritos e cancelados de uma qualquer lista. Isso pode implicar em SPAM e seu domínio pode ser colocado em lista negra.

Como preparar uma lista para recomeçar a enviar e-mails

Recuperar uma lista de e-mails requer alguma paciência e cuidado. Limpar a lista é fundamental para conseguirmos separar os maus dos bons assinantes. Existem endereços de e-mail que provavelmente já não estão ativos ou foram substituídos por outros, alguns poderão estar a devolver e-mails por várias razões e outros poderão já nem se lembrar que se tinham inscrito na lista.

Todas essas condicionantes prejudicam os envios e fazem soar os alertas dos principais serviços de e-mail marketing, portanto se conseguirmos livrar-nos deles será benéfico para nós no futuro. Isso consegue-se através de serviços externos de limpeza de listas, ou mesmo através do próprio serviço de e-mail marketing que escolheu.

Como começar a trabalhar com a lista de e-mails antiga

Comece reintroduzindo o lead para sua base com uma apresentação informal. Este deverá ser o primeiro e-mail que deve enviar antes de começar bombardeando seus assinantes com conteúdos, produtos ou serviços. Crie um e-mail de apresentação do projeto ou de você mesmo, explicando que está retomando o contato e que a partir de agora irá reintroduzir novos conteúdos, produtos ou qualquer outra coisa.

Não se esqueça de deixar claro os motivos de o assinante estar inscrito na sua lista (ex. Você está inscrito em nossa newsletter porque se interessou por um produto ou serviços de nossa empresa). Isso é importante para ele lembrar que um dia teve interesse em sua marca.

Identifique o fator crítico do seu sucesso

Crie campanhas baseadas em segmentações assertivas para recuperar uma base inativa. Separe o todo em pequenos grupos, de acordo com perfis e interesses, e teste muito até conseguir olhar para as métricas e ver o que dá mais resultado.

Pode ser que no início você não consiga criar segmentações tão eficaz, mas comece por algum lugar.

O estado ideal nunca será alcançado sem um início “antes feito que perfeito”. Então está na hora de repensar alguns pontos:

  • Por que os seus contatos não estão se engajando com a sua marca?
  • O que faço para que essa interação seja maior?
  • Qual tipo de segmentação faço?
  • E qual conteúdo tem sido produzido?

Levar tudo isso em consideração vai ser essencial para conseguir recuperar a sua base inativa otimizando os investimentos.

Planeje sua campanha para recuperar sua lista de e-mails antiga

Comece sua estratégia analisando o quanto é preciso mostrar para essa lista de e-mail antiga que sua marca se importa com cada uma delas e o quanto a falta de cada uma é sentida.

Se conseguir se comunicar levando isso em conta, você vai surpreender positivamente quem não interage com você há um tempo. A sua missão é reconquistar!

Mostre que sente saudades com uma mensagem que fale a língua da audiência?

Faça uma lista personalizada, de acordo com os interesses prévios do lead, para sugerir produtos de interesse.

Ofereça algum presente ou benefício exclusivo para quem faz parte da sua base inativa.

Envie conteúdo que possa trazer novos aprendizados em temas relevantes para o público escolhido.

Crie um bom relacionamento com seus Leads

Na hora de tentar recuperar a sua base inativa, lembre-se que não adianta você querer empurrar promoções “guela abaixo” do usuário. É importante perceber que forçando as pessoas a aceitar algo que elas não querem ou não se recordam poderá ter impacto negativo nos seus esforços futuros. Não abdique nunca da qualidade em virtude da quantidade.

Preocupe-se em criar um conteúdo eficiente para o público que faz parte da sua lista e que não andam interagindo com nada.

Busque um relacionamento de qualidade, mesmo que eles sejam pontuais.

Isso significa falar com o consumidor só quando realmente acredita que pode contribuir de alguma forma. Combinado?

Não é preciso ser um expert para ver o que dá bom e mau resultado, basta apenas um pouco de bom senso e ética.

monitoramento de redes sociais

11 dicas de ferramentas de monitoramento de redes sociais que você precisa conhecer

O monitoramento de redes sociais precisam ser eficazes nos dias de hoje

Atualmente, as redes sociais são ferramentas indispensáveis para as empresas. E para garantir que o marketing em redes sociais seja bem-sucedido, é imprescindível um monitoramento de redes sociais constante e atento.

O monitoramento de redes sociais se tornou uma verdadeira necessidade a partir do momento em que muitas empresas passaram a se relacionar com os consumidores através desse canal.

Monitorar expressões, links, palavras-chave ou até mesmo usuários, passou a fazer parte do trabalho das equipes de comunicação das empresas. Existem diversas métricas utilizadas para medir o seu desempenho nas redes sociais. Somente por esse caminho será possível adquirir dados capazes de aprimorar sua estratégia, resolver crises e aumentar a conversão.

Sem um gerenciamento bem planejado, uma boa organização de posts, compreensão da persona e o acompanhamento de métricas, fica difícil mandar bem nas suas ações sociais.

Pensando nisso, separamos as 11 dicas de ferramentas de monitoramento de redes sociais que você precisa conhecer!

1. Quintly

O Quintly permite que você acompanhe até 3 páginas do Facebook. Analisando estatísticas sobre seus seguidores e o engajamento deles com seus posts. É possível customizar o dashboard com diferentes widgets para acompanhar diversas métricas.

2. Cyfe

Quando se trata de dashboards a Cyfe é a ferramenta mais robusta do mercado. Mesmo o seu plano gratuito oferece uma enorme customização dos dados e métricas das principais redes sociais existentes.

Ela também oferece um “modo TV” que permite instalar um telão em uma sala ou ambiente profissional. Isso faz com que várias pessoas consigam acompanhar o desempenho de determinada marca em tempo real.

3. Google Analytics

Além de ser a principal ferramenta para análise e desempenho de sites, o Google Analytics também oferece diversas métricas voltadas para o social. Como a quantidade de visitantes que chegou ao seu site a partir de cada rede, ou quais blogs trouxeram mais acesso para a sua marca, por exemplo.

4. Fanpage Karma

Ao conectar sua Fanpage gratuitamente, você irá receber uma análise de desempenho extensa, com dados de engajamento, melhores horários para postar. Além de dicas de frequência, tipos de posts mais relevantes, influenciadores, entre outros.

A ferramenta também permite exportar os dados para planilhas em Excel, a fim de que sejam cruzados com outros.

5. Hootsuite

O Hootsuite é uma das melhores ferramentas gratuitas de monitoramento social. Ela cobre as principais mídias como o Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram, WordPress, Google + e o Foursquare.

Além de relatórios semanais, é possível cadastrar um time de marketing, enviar mensagens privadas e atribuir tarefas a cada um deles. A versão gratuita permite monitorar até 3 redes sociais simultaneamente.

6. Social Mention

O Social Mention é uma das melhores ferramentas gratuitas de acompanhamento social. Conhecida como uma listening tool, ele monitora mais de 100 sites de mídias sociais e analisa os dados de forma mais profunda, dividindo-os em 4 categorias: Força, Sentimento, Paixão e Alcance. (Strengh, Sentiment, Passion and Reach).

7. Shared Count

O Shared Count é um serviço que acompanha quantas vezes uma URL foi compartilhada nas principais redes sociais, incluindo Facebook, Twitter, LinkedIn e Google +.

Além do compartilhamento de URL’s, ele também acompanha likes, tuítes e muito mais. O plano grátis permite até 10 mil consultas por dia.

8. Social Searcher

O Social Searcher é uma busca em tempo real dentro das principais redes sociais junto com uma ferramenta de análise.

Você pode procurar, sem a necessidade de fazer login, por dados no Twitter, Google + e Facebook. Também é possível criar alertas e salvar suas buscas.

O serviço premium expande essas possibilidade para salvar históricos, integração com a API do programa e muito mais.

9. Edgerank Checker

O Edgerank Checker é uma ferramenta de análise da Social Bakers que monitora, ranqueia e analisa a sua página no Facebook.

Ele fornece diversas informações para otimizar a sua fan page e ajuda a definir as melhores estratégias para suas ações online. Também é possível testar dias específicos para saber que os seus fãs estão mais ativos no Facebook.

10. Google Alerts

O Google também tem uma ferramenta bem legal que pode ser utilizada para as redes sociais.

O Google Alertas pode ser usado para monitorar qualquer interação online, inclusive menções nas redes sociais e outras atualizações dentro dos seus canais sociais.

11. Google Trends

O Trends é completamente gratuito e permite que você analise termos mais buscados e termos mais populares em um determinado período de tempo. Como os assuntos mais buscados no Google também refletem nas redes sociais. Ele é uma ferramenta incrível para entender e monitorar sobre o que sua audiência está falando.

O monitoramento bem feito é essencial para atingir o sucesso nas redes sociais. Nunca se esqueça de avaliar seus resultados e analisar o que anda funcionando para sua empresa.

monitoramento na internet

7 dicas de ferramentas incríveis de monitoramento na internet

O monitoramento na internet é essencial para o negócio

O monitoramento de informações, principalmente da marca de uma empresa é uma prática que se tornou essencial para qualquer negócio que esteja na internet. O monitoramento na internet deve ser regular e eficaz.  O monitoramento na internet permite conhecer melhor o público-alvo, perceber as tendências do mercado e planejar novas estratégias de marketing e conteúdo.

As Métricas

Existem diversas métricas que podem ser exploradas. Geralmente são utilizadas para medir o todo o desempenho da marca na internet e fornecer dados que sejam estratégicos para o negócio.

Além disso, é possível entender as tendências do mercado e interagir com o consumidor. Sempre oferecendo um melhor serviço de atendimento, compreendendo as necessidades dos seus clientes.

Neste texto, separamos 7 ferramentas incríveis de monitoramento com diferentes análises. Elas podem auxiliar na produção do relatório de monitoramento, nas tomadas de decisão em relação aos concorrentes, na produção de conteúdo e na criação de novas estratégias para suas redes sociais.

  1. SimilarWeb (Premium) – Apresenta dados de origem, tempo de permanência, taxa de rejeição, audiência e ranking. Revela páginas internas mais populares e permite o acompanhamento de campanhas dos concorrentes.
  2. Mondovo (Pago) – Analisa seu site com 10 concorrentes. Permite busca de páginas e termos específicos. Analisa qualidade, composição e a performance dos seus links. Não restringe usuários simultâneos.
  3. Semrush (Grátis e Pago) – Oferece gráficos de palavras-chave, pesquisa orgânica e anúncios. Busca termos que podem gerar tráfego para o seu site. Observa links patrocinados e crescimento de tráfego da concorrência.
  4. Google Alert (Grátis) – Detecta conteúdo relacionados a frase ou termo. Envia relatório por e-mail quando sua marca é mencionada na web. Possibilita acompanhar as oscilações de preços dos fornecedores.
  5. Keyword Planner (Grátis) – Apresenta ideias para grupos de anúncios. Encontra palavras-chave utilizadas pelos concorrentes. Apresenta estatísticas sobre o desempenho dos termos, elenca médica de pesquisas mensais e concorrência (baixa, média ou alta).
  6. Wordtracker (Pago) – 2.000 palavras em uma pesquisa. Encontra palavras-chave relacionadas a um conteúdo e elenca as melhores com bases em SEO. E permite o armazenamento de múltiplos projetos.
  7. Hootsuite (Grátis e Pago) – Permite agendamento de postagens com definições de datas e horários. Possibilita gerenciar múltiplas contas das redes sociais na mesma tela. Acompanha o engajamento de temas e hashtags e está disponível em aplicativo mobile.

Espero que essas dicas de ferramentas tenham inspirado você a continuar empreendendo e investindo no seu negócio. Mãos à obra!

marketing digital

9 dicas de Marketing Digital para ajudar a dobrar suas vendas

Já imaginou dobrar suas vendas com o Marketing Digital?

O marketing digital tem tudo para ser um grande aliado na estratégia de marketing de sua empresa por ter um excelente custo x benefício.

O marketing Digital é um conjunto de ações e pode atender diversas demandas, como produção de sites, blog, conteúdo, práticas de SEO, campanhas de e-mail marketing, compra de tráfego e análise de métricas. E, para que tudo isso atinja os resultados de forma correta e eficiente, é importante ter um grande conhecimento nessa área para que o seu investimento tenha um bom retorno.

Que tal descobrir agora como fazer isso? E aqui estão 7 dicas que você precisa saber para vender mais com o Marketing Digital

1. Faça uma boa estratégia de marketing digital?

Uma boa estratégia de Marketing Digital é aquela que atende a necessidade de sua empresa. Achar o equilíbrio entre as diversas opções de divulgação na internet é muito importante para o sucesso de qualquer estratégia.

Ter um site bem elaborado por profissionais com conhecimentos em marketing digital, é parte fundamental para a estratégia de sua empresa.

Produzir conteúdo útil e relevante para publicar no blog do site e também na sua Fan Page profissional nas redes sociais onde você possa interagir com seu público alvo, respondendo dúvidas, gerando ENGAJAMENTO. Assim como trabalhar com uma boa campanha de Links Patrocinados, capaz de alcançar bons resultados muito rapidamente. Tudo isso é muito importante para o sucesso da sua estratégia de Marketing Digital.

2. Sempre tenha foco no cliente!

Milhares de pessoas do mundo todo estão conectadas à internet. Elas buscam por informações sobre produtos, serviços, marcas e interagem com outras pessoas para saber a qualidade dos itens que tem interesse em adquirir.  Esse é o novo perfil do consumidor. Conhecido no mercado como “Consumidor 3.0”.

Mas para obter sucesso em suas vendas é preciso conhecer o perfil do seu cliente. Manter o foco em suas necessidades e descobrir o que realmente sua empresa pode oferece a ele. Estes passos são primordiais para agilizar a decisão do consumidor e automaticamente fechar venda com mais facilidade.

Uma boa dica é conhecer bem as buyers personas do seu negócio. Com esse estudo serão construídas mensagens personalizadas, que vão diretamente ao problema que o seu cliente quer resolver naquele momento.

3. Crie uma estratégia de marketing digital baseado no seu funil de vendas

Para evoluir e levar o prospect até o final do funil de vendas é preciso nutri-lo com conteúdos específicos. Nesse processo o lead vai passando por cada etapa do funil até que esteja pronto para ser convertido. Assim é preciso montar um cronograma de ações de Marketing Digital que vai desde o primeiro contato, mais superficial e explicativo, até o mais aprofundado, quando é apresentado do lead opções de produtos/serviços e comparações que ajudem seu lead a se decidir pela melhor solução.

4. Faça um bom planejamento de SEO (Search Engine Optimization)

Com a definição do público-alvo correto, estratégia de palavras-chaves, divulgação do blog para base de clientes e confecção de materiais relevantes, o seu site pode aparecer em uma boa colocação na busca do Google. Isso é magnifico!

Sua empresa precisa aparecer na primeira página na busca orgânica quando um cliente buscar o produto ou serviço que você vende.

5. Tenha um controle analítico de suas ações

Um dos principais motivos do porquê que muitos negócios estão migrando seu investimento para a internet é o fato de que a empresa consegue analisar os resultados.

São com centenas de métricas disponíveis quando você desenvolve marketing digital. Quando trabalhamos com conteúdo, por exemplo é analisado o número de acessos a determinado post, quantos orçamentos gerados a partir de uma determinada postagem, quanto tempo passaram na sua página e muitas outras variáveis. Essas métricas são analisadas em cada trabalho realizado com as ferramentas de Marketing Digital.

São planilhas específicas para seu negócio com os KPIs (indicadores de performance) que utilizam e fazem isso com muita precisão, assim podem mensurar cada centavo gasto.

6. Construindo sua audiência própria

O marketing digital ajuda a empresa a vender mais sem aumentar o investimento em mídias pagas. Pois com a nova estratégia de marketing digital que abrange uma série de ferramentas faz com que os novos leads cheguem até a sua empresa através dos conteúdos relevantes que sua empresa posta no blog e nas redes sociais.

Esta audiência natural faz com que o Google te enxergue de uma melhor forma e eleve suas posições quando alguém buscar o seu produto ou serviço.

7. Utilize o Marketing Digital para fazer sua empresa crescer

Não há mais dúvidas de ações de marketing digital auxilia as empresas a entenderem melhor seu público-alvo, possibilitando ações de marketing muito mais assertivas. A estratégia é perfeita para momentos de crise. As estratégias de Marketing Digital apresentam sua empresa (ou o que ela tem a dizer) para público certo no momento mais adequado. Isso faz com que suas chances em conquistar o prospect sejam maiores, já que você entrega exatamente o que ele está procurando.

8. Motivos para investir no marketing digital

As empresas não querem mais saber quantos seguidores têm em determinada rede sociais, mas sim, como isso está impactando nas vendas da empresa. A mensuração do ROI (Retorno do Investimento) ajuda a responder algumas perguntas essenciais para a continuidade e aprimoramento da estratégia.

As campanhas de marketing digital o investimento é muito menor do que o tradicional. No marketing tradicional o investimento é alto, geralmente priorizam anúncios em meios de comunicação de massa e o retorno não é garantido ou mensurado.

No Marketing Digital é possível testar tudo e, a partir daí, mensurar resultados para melhorar as estratégias constantemente. Assim, o que deu certo é replicado e o que não apresentou resultados satisfatórios, modificado. A estratégia é baseada em fatos concretos, portanto, é mais assertiva.

9. Dobre suas vendas

Assim, o segredo para dobrar suas vendas com o marketing digital é trabalhar bem essas ferramentas. Crie um bom relacionamento de simpatia com o seu público, personalize as mensagens sempre mais, conheça o perfil do seu potencial cliente e boas vendas!

Quer saber como sua empresa está sendo vista na internet, faça uma avaliação gratuita para um de nossos consultores.

uma boa estratégia de marketing

Uma boa estratégia de marketing é a solução

Uma boa estratégia de marketing dribla os desafios

Uma boa estratégia de marketing é o que muitos empresários se preocupam hoje em dia. Alguns ficam com diversas dúvidas sobre Como adquirir novos assinantes? Como diminuir a taxa de cancelamento? Como manter o produto sempre atualizado para o mercado? Como desenvolver um plano de marketing?

E aí que entra o inbound marketing e automação. Com tantas perguntas e vontade de fazer acontecer, você empresário deve ler esse post com atenção.

Nele você encontrará algumas resposta e soluções para suas principais perguntas. Entender que é possível mensurar seus resultados, projetar o desempenho da empresa e registrar seu crescimento mês a mês. Bora lá começar a entender algumas estratégias de marketing?

Uma boa estratégia de marketing começa com a geração de leads

Pensando em sua principal persona, é necessário desenvolver materiais que sirvam como isca para captar leads e aumentar a sua base de futuros prospects. Preparar ebooks, planilhas para controlar o fluxo de caixa e elaborar fluxos de nutrição para que os leads caminhem pelo funil de vendas. Essas ações podem ser o principal gatilho para a área de vendas. O objetivo é educar os potenciais clientes, respeitando seu amadurecimento e evitando abordagens agressivas e impositivas.

Em taxas de conversão nas Landing Pages, muitas empresas conseguem aumentar consideravelmente o número de contatos para o comercial abordar. E praticamente sem investimento em mídia paga.

Qualificar e atrair mais leads 

Uma boa estratégia de marketing dá muitos resultados para sua empresa. Com ela é possível crescer e escalar ainda mais o seu negócio.

Quando a empresa não tem uma equipe de marketing especializada, ela busca uma agência especializada para ajudá-los na estratégia digital visando resultados. Criar um modelo mais robusto e aumentar o alcance de seus conteúdos, atraindo mais leads, mais oportunidades e mais vendas era a missão.

O primeiro passo da agência é desenvolver todo o planejamento, por mais que o projeto já estivesse no ar. Juntos é possível desenhar detalhadamente a persona, suas principais dores, canais de mídia online utilizados e processo de compra. Além de inclusão de estratégias com criação de conteúdo, o que aumenta significativamente a quantidade de leads.

Com isso, incentivar o número de downloads de materiais ricos. Ou seja, aumento de leads na base e aumento de e-mails de nutrição disparados. O que levou os prospects a avançarem no funil, recebendo materiais mais detalhados.

Além de fluxos mais qualificados, otimizar os conteúdos antigos para SEO ajuda e muito a melhorar a parte técnica, a fim de conseguir um rankeamento melhor nos buscadores,por exemplo o google.

Uma boa estratégia de marketing e seus resultados

Existem diversas estratégias de marketing que podem alavancar o seu negócio. Seja na consolidação da sua marca no mercado ou com relação aos acessos orgânicos em seu site. Desta forma sua empresa poderá operar com ROI positivo. E tudo isso vai depender da sua boa estratégia de marketing para os seus negócios. Faça sua consulta gratuitamente e tire suas dúvidas com um de nossos conultores.

 

conhecer a persona

Conhecer a persona e anunciar no facebook

Conhecer a persona é um diferencial na hora de anunciar

Conhecer a persona é algo muito importante na hora de anunciar nas redes sociais, principalmente no facebook. Muitos acham bem difícil segmentar, mas separamos algumas dicas que põem ajudar você na hora de anunciar. Principalmente quando falamos no inbound Marketing.

Mesmo para quem já conhece bem a própria persona com as opções que vamos dar vai ficar tudo mais fácil.

Conhecer a persona e segmentar público

Agora existem duas formas de segmentar seu público por interesse:

1-Pessoas que se interessam por pelo menos um dos temas selecionados.

2-Pessoas que se interessam por todos os temas selecionados.

Por exemplo, imagine que você vai anunciar um pacote de viagem para uma cidade de litoral que possui, também, um parque aquático.

Pessoas que se interessam tanto por praia quanto por parques aquáticos podem se interessar pelo seu anúncio.

Se você quiser atingir um público amplo, o ideal é segmentar por pessoas que se interessem por pelo menos um dos temas: praia ou parques aquáticos.

Já se você quiser restringir, pensando em atingir um público mais qualificado, pode segmentar por pessoas que se interessem por todos os temas: praia e parques aquáticos.

Neste caso, seu anúncio pode atingir as duas pessoas que se interessam tanto por praia quanto por parques aquáticos.

Conhecer a persona e excluir temas de interesse da sua segmentação

Além das duas opções de segmentação, lançamos hoje também a possibilidade de excluir do seu público potencial pessoas que se interessam por um determinado tema.

Seguindo no exemplo anterior do pacote de viagem, imagine que você quer restringir um pouco mais o público, não mostrando seu anúncio para pessoas que se interessam por esportes radicais (talvez a praia seja um ambiente mais familiar e não muito radical!).

No campo “Excluir pessoas que se interessam por”, você digita “esportes radicais”.

Mesmo com nossas dicas, o ideal é sempre analisar os resultados, aprender com eles e melhorar na próxima campanha!

Métricas e resultados

Falando em analisar resultados, nós podemos te ajudar bastante com isso! Principalmente com o monitoramento das redes sociais.

A Divulggare apresenta as métricas mais importantes do seu anúncio, para você acompanhar, aprender e tomar decisões. Nossos profissionais são especializados em marketing digital de resultados. E tudo isso com pouco investimento. Afinal nossa função é trazer resultados.

Analisamos as impressões, o alcance da publicação, cliques, taxa de cliques e até o valor gasto. Mas isso é só para quem trabalha de forma séria como nós.

Desta maneira, fica mais fácil aprender e tomar decisões rápidas na hora de gerar Leads por este canal. E se quiser aprofundar, consulte um de nossos profissionais gratuitamente.

 

funil de vendas

Como funciona o funil de vendas

Funil de vendas faz parte do marketing digital

Mesmo com tantas informações disponíveis na internet, ainda existem diversas dúvidas sobre o que é o Funil de Vendas. Na verdade este é um processo que consiste em acompanhar um cliente ou um possível cliente. Dessa forma, você saberá como é possível vender mais em tempo de crise.

Desde o momento em que ele toma conhecimento de seu produto ou serviço até a efetivação do negócio.

Ou seja, trata-se de direcionar ao seu público-alvo,  o rumo a seu objetivo final, que é a concretizar a venda.

Topo do Funil

Com intuito de despertar o interesse das pessoas pelo seu segmento, tema de marcado; e até mesmo pela sua marca, o tipo de conteúdo deve ser mais educativo. Ou seja, divulgar seu conhecimento de mercado fazendo gerar interesse de muita gente, que começará a acessar seu conteúdo. Tudo isso faz parte do marketing digital.

Passar conhecimento de forma rápida, como infográficos e e-books são bons para serem usados no funil de vendas.

De forma clara, o topo do funil tem o interesse de gerar lead, que será alimentado com o tempo até chegar ao fundo do funil e tornar-se cliente.

Meio de funil

Podemos dizer que estamos no meio do funil de vendas quando uma pessoa tem um entendimento um pouco maior sobre um produto/marca ou serviço e faz uma busca mais completa.

Nesse estágio, já demonstram uma certa intenção do usuário, e a pessoa já procurara por algo mais concreto.

Depois de converter os Leads, está na hora de estabelecer um relacionamento com o objetivo de fazê-los continuar avançando na jornada de compra e que cheguem mais maduros para o time de vendas.

Fundo de funil

No fundo do funil de vendas, encontram-se aquelas pessoas que já sabem sobre o assunto e que provavelmente já escolheram alguma marca ou empresa para saber mais detalhes.

A decisão é a parte mais simples, pois é basicamente o momento de fechamento da compra.

O time de marketing sinaliza que os Leads já tiveram relacionamento significativo e estão prontos para serem abordados. Eles se tornam oportunidades para o time de vendas.

Clientes

Ao realizar a primeira venda para a oportunidade ela se torna um cliente e é um sinal de que ao longo da jornada. Entende-se que as principais “dores” do Lead e a solução apresentada estava alinhada com as suas expectativas.

O foco nesse estágio do funil de vendas deve ser a retenção, estimular à compra de novos produtos ou à recomendação de novos clientes.

Entendeu o conceito de funil de vendas? Aumente os seus resultados, converta visitantes em leads e leads em vendas!

líderes de alta performance

6 Dicas para uma gestão de vendas de alta performance

Tenha uma equipe de vendas de alta performance na sua empresa

Muitas empresas estão aproveitando para treinar suas equipes e formar times de vendas de alta performance. Essa é a principal ação que a empresa precisa realizar para ter sucesso e reconhecimento no mercado.

Ter uma equipe de vendas de alta performance cria o senso de responsabilidade. Garante o comprometimento de cada colaborador.

Ou seja, faz ele crescer e se fortalecer individualmente, para que o grupo se consolide e obtenha os melhores resultados dentro da empresa.

Saiba as seis dicas para uma ter uma gestão de vendas de alta performance!

Seja um bom Líder

Se você quer uma equipe de alta performance, seja um gestor de alta performance. Por mais que tenha um espírito de liderança, para ter uma gestão eficaz é necessário aprimorar e melhorar suas características de líder.

Desta forma conseguirá trilhar o caminho da motivação para sua equipe de vendas.

Assim, o líder é capaz de impulsionar seus colaboradores a darem tudo de si para conquistarem seus objetivos. No entanto, para conseguir essa confiança, é necessário conhecer sua equipe.

Conheça sua equipe

Conhecer sua equipe vai além de saber apenas os nomes dos membros. Cada pessoa da equipe tem uma maneira de trabalhar, tem pontos fortes e outros que precisam melhorar. Saber sobre esses detalhes facilita na hora de distribuir tarefas e também incentiva o aperfeiçoamento profissional.

Invista na Equipe

Para ter uma equipe de alta performance bem sucedida é necessário investir em sua equipe com treinamento. Para equipe de vendas é necessário que os colaboradores envolvidos aprimorem suas técnicas de persuasão, negociação e contorno de objeções.

Participar de palestras, leituras e dinâmicas em vendas também ajudam no aprendizado da equipe.

Ao agir desta forma seus colaboradores agregam valores ao seu serviço e produtos oferecidos aos clientes da melhor forma possível até a finalização da compra. Agora já é possível definir suas metas para aumentar as vendas mesmo em tempo de crise.

Tenha Metas

Manter a equipe estimulada a trabalhar em uma mesma direção só é possível através de metas. Porém, nem sempre é fácil. Para defini-las é preciso conhecer as limitações de cada colaborador.

Para uma gestão de vendas de alta performance é preciso ter metas possíveis, dentro da realidade da empresa, para que a equipe não se desmotive com  o tempo. Ou seja, mantenha todos bem motivados.

Motive sua equipe

Após estabelecer metas de acordo com o perfil de cada colaborador, é vital deixá-los informados de qual caminho devem tomar e garantir que todos estejam no mesmo caminho. Sua equipe de alta performance de vendas já está pronta para trazer resultados incríveis.

No entanto, ter essa situação duradoura não é tão fácil. A equipe precisa estar sempre motivada.

Um bom gestor deve estar atento a isso.  O Líder deve cumprir um papel de mentor e buscar sempre o aperfeiçoamento de todos para garantir a motivação. Dessa forma, fica mais fácil trabalharem em um objetivo comum, compartilhar os mesmos valores e ter a mesma visão de equipe.

Mantenha sua equipe de alta performance alinhada

Manter uma equipe de alta performance de vendas é necessário que o time esteja bem alinhado.

Reuniões periódicas são essenciais para que todos estejam cientes do andamento do trabalho e atingimento de metas, e para promover a troca de ideias.

A lealdade e a confiança são conquistas, e não imposições. A responsabilidade final do resultado é sua. Lembre-se que você é a inspiração da sua equipe.

 

Marketing de Conteúdo

Trabalhe com marketing de conteúdo para gerar vendas

O poder do marketing de conteúdo na era digital

O marketing de conteúdo tem o papel de produzir e entregar informações e tornar fiel os clientes a um produto, marca ou serviço. Atualmente as empresas já estão se adaptando e reestruturando suas estratégias de marketing digital.

O tempo todo estamos conectados, absorvendo algum tipo de conhecimento, não importa qual seja.

Quando pensamos em comprar, ou conhecer algum produto, buscamos informações de como funciona, suas vantagens, desvantagens e o que as pessoas andam falando sobre o que estamos buscando no momento, para depois tomarmos uma decisão.

Então, estaremos em busca de informações relevantes que nos auxiliem em nossa decisão.

Transmita confiança

Quando falamos em marketing de conteúdo, não estamos falando apenas em qualquer conteúdo. Devemos passar confiança e criar uma aproximação para aqueles que estão lendo. Criar essa proximidade entre você e seu cliente ou potencial cliente faz toda diferença.

Gerar essa interação como confiança e credibilidade, o resultado é apenas um, aumento nas vendas.

Gere conteúdo relevante

Para você seduzir o cliente é necessário gerar conteúdos relevantes e atraentes, oferecendo para ele uma recompensa digital gratuita no início, e depois e-books pagos. Além dos e-books, postagens em blogs, artigos, vídeos, e imagens são estratégias conhecidas no marketing de conteúdo.

Sabendo usar, se torna uma poderosa ferramenta para atrair e conquistar cada vez mais fãs, clientes e, assim, envolvê-los no processo de compra on-line.

Trabalhe com o marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é considerado uma das estratégias de grande impulso para seu negócio. Compreender o poder dessa ferramenta é essencial para o crescimento e fortalecimento da sua marca.

Veja algumas dicas:

  • Descobrir quem é o seu público;
  • Produza conteúdos sobre temas que seu público quer ler ou ouvir;
  • Seja ordenado com a periodicidade da publicação;
  • Promova seu conteúdo;
  • Elabore conteúdo para cada fase do seu consumidor;

Agora que você sabe como trabalhar com o marketing de conteúdo, compartilhe conteúdos direcionados ao seu público alvo que ele fechará o negócio, antes mesmo de entrar em contato com a empresa ou com você. Gostou? Saiba mais sobre algumas estratégias de marketing e atraia mais pessoas a sua empresa.

características do consumidor 3.0

Vender hoje em dia para o consumidor 3.0

Com os avanços e inovações tecnológicas surgiu o consumidor 3.0

O consumidor 3.0 realiza, antes de efetuar suas compras, pesquisas de produtos ou serviços através da internet por meio das redes sociais, blogs e sites.

Diferentes daqueles espectadores que não tinham outra opção a não ser ouvir passivamente ao que o rádio, a televisão e os vendedores das lojas lhes diziam, os consumidores 3.0 não saem de casa sem saber todos os detalhes sobre o produto que deseja comprar.

Assim o consumidor é mais comunicativo, reivindicativo, interativo e opinativo, buscando maior comunicação com a empresa.

Uma grande oportunidade aos empresários que estão atentos para interagir com o consumidor 3.0 por meio de canais eletrônicos.

Use as redes sociais

Para atrair cada vez mais o consumidor 3.0 e assim vender mais, temos que destacar a importância de se usar as redes sociais. Seja por smartphone, tablete ou computador, todos estão conectados de alguma forma por meio da internet.

As redes sociais estão entre os recursos para vender mais e que merecem um destaque especial. Estar nesses canais é o mesmo que ficar mais perto dos clientes.

A partir da criação de uma estratégia de engajamento e participação, é possível tanto fazer ofertas quanto fortalecer o relacionamento.

Crie um relacionamento com o cliente

A empresa deve pensar em criar um relacionamento com quem compra. Com a internet e graças ao marketing digital, isso se torna mais simples. O consumidor 3.0 já não se satisfaz com pesquisas de preços ou informações.

Ele exige um relacionamento com a marca, de modo a ter confiança e, a partir disso, realizar a compra em questão.

É possível criar conteúdo para se estabelecer como uma autoridade, assim como utilizar diversos recursos. Tudo isso mantém o consumidor 3.0 por perto e garante uma atuação mais assertiva.

Saia do básico

Nos dias atuais, os vendedores não podem ter informações básicas sobre o produto. O vendedor precisa conhecer de forma mais detalhada os diferencias e características de um produto para conseguir convencer seu cliente 3.0 a finalizar sua compra.

Nesse conjunto, ter agilidade, paciência, simpatia, disponibilidade para ouvir também são fundamentais.

Outro aspecto é se sentir bem dentro da loja, debater os aspectos técnicos do produto comprado e, finalmente, sair da loja com a certeza de ter feito um bom negócio.

Uma maneira de encantar o consumidor final é surpreendê-lo com informações melhores e mais completas do que aquelas que ele já traz de casa.

Para vender para as novas gerações, os profissionais precisam se colocar na posição do comprador e entender sua realidade. Eles têm várias opções disponíveis e informações na palma da mão. Leve isso em conta e crie uma estratégia capaz de concretizar a experiência de vendas perfeita.

 

BACK TO TOP