Atrair clientes no facebook, veja 5 dicas
Atrair clientes

Atrair clientes no facebook, veja 5 dicas

Atrair clientes no facebook nem sempre é fácil

Atrair clientes no facebook, ter diversos seguidores e likes é o que todas as empresas querem. Isso porque facilita a visualização e interação com seu público. Hoje em dia, dois bilhões de pessoas no mundo inteiro usam o Facebook mensalmente. Suas ferramentas estão sempre em constantes mudanças.

Dentre os avanços dessa rede, há ferramentas avançadas de seleção de públicos. Desta forma é possível direcionar para as pessoas ideais para o seu negócio. Usando o que você conhece sobre seus clientes, como dados demográficos, interesses e comportamento.

Com essas dicas é possível se conectar com pessoas semelhantes a eles. Ou seja, que morem próximos, tenham gostos parecidos e até comportamentos iguais. Separamos algumas dicas para você entender mais sobre esse assunto.  Há 5 opções para escolher seu público no Facebook.

Atrair clientes através da localização

É isso mesmo. Atrair clientes por meio da sua localização é possível sim. Seja no prédio ao lado ou do outro lado do mundo, encontre pessoas nas cidades, nas comunidades e nos países em que deseja expandir seus negócios.

Dados demográficos

Também é permitido encontrar pessoas através de dados demográficos. Escolha um público baseado em idade, gênero, educação, status de relacionamento, cargo e outros. Desta maneira fica mais fácil atrair clientes através da rede.

Interesses

Como já vimos, o facebook abre um leque de opções para atrairmos mais pessoas ao nosso negócio. Escolha os interesses e hobbies das pessoas que deseja alcançar, de alimentos orgânicos a filmes de ação.

Comportamento

Selecione as pessoas com base no comportamento de consumo, no uso de dispositivos e em outras atividades. Por exemplo, se você representa uma tabacaria, pode direcionar para pessoas que compraram esse produto recentemente.

Conexões

Alcance pessoas que estão conectadas com sua Página, aplicativo ou evento do Facebook, ou exclua-as para encontrar novos públicos. Por exemplo, se deseja novas Curtidas na Página, você pode excluir as pessoas que já curtem a sua Página.

E aí, o que achou dessas dicas?

monitoramento de redes sociais

11 dicas de ferramentas de monitoramento de redes sociais que você precisa conhecer

O monitoramento de redes sociais precisam ser eficazes nos dias de hoje

Atualmente, as redes sociais são ferramentas indispensáveis para as empresas. E para garantir que o marketing em redes sociais seja bem-sucedido, é imprescindível um monitoramento de redes sociais constante e atento.

O monitoramento de redes sociais se tornou uma verdadeira necessidade a partir do momento em que muitas empresas passaram a se relacionar com os consumidores através desse canal.

Monitorar expressões, links, palavras-chave ou até mesmo usuários, passou a fazer parte do trabalho das equipes de comunicação das empresas. Existem diversas métricas utilizadas para medir o seu desempenho nas redes sociais. Somente por esse caminho será possível adquirir dados capazes de aprimorar sua estratégia, resolver crises e aumentar a conversão.

Sem um gerenciamento bem planejado, uma boa organização de posts, compreensão da persona e o acompanhamento de métricas, fica difícil mandar bem nas suas ações sociais.

Pensando nisso, separamos as 11 dicas de ferramentas de monitoramento de redes sociais que você precisa conhecer!

1. Quintly

O Quintly permite que você acompanhe até 3 páginas do Facebook. Analisando estatísticas sobre seus seguidores e o engajamento deles com seus posts. É possível customizar o dashboard com diferentes widgets para acompanhar diversas métricas.

2. Cyfe

Quando se trata de dashboards a Cyfe é a ferramenta mais robusta do mercado. Mesmo o seu plano gratuito oferece uma enorme customização dos dados e métricas das principais redes sociais existentes.

Ela também oferece um “modo TV” que permite instalar um telão em uma sala ou ambiente profissional. Isso faz com que várias pessoas consigam acompanhar o desempenho de determinada marca em tempo real.

3. Google Analytics

Além de ser a principal ferramenta para análise e desempenho de sites, o Google Analytics também oferece diversas métricas voltadas para o social. Como a quantidade de visitantes que chegou ao seu site a partir de cada rede, ou quais blogs trouxeram mais acesso para a sua marca, por exemplo.

4. Fanpage Karma

Ao conectar sua Fanpage gratuitamente, você irá receber uma análise de desempenho extensa, com dados de engajamento, melhores horários para postar. Além de dicas de frequência, tipos de posts mais relevantes, influenciadores, entre outros.

A ferramenta também permite exportar os dados para planilhas em Excel, a fim de que sejam cruzados com outros.

5. Hootsuite

O Hootsuite é uma das melhores ferramentas gratuitas de monitoramento social. Ela cobre as principais mídias como o Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram, WordPress, Google + e o Foursquare.

Além de relatórios semanais, é possível cadastrar um time de marketing, enviar mensagens privadas e atribuir tarefas a cada um deles. A versão gratuita permite monitorar até 3 redes sociais simultaneamente.

6. Social Mention

O Social Mention é uma das melhores ferramentas gratuitas de acompanhamento social. Conhecida como uma listening tool, ele monitora mais de 100 sites de mídias sociais e analisa os dados de forma mais profunda, dividindo-os em 4 categorias: Força, Sentimento, Paixão e Alcance. (Strengh, Sentiment, Passion and Reach).

7. Shared Count

O Shared Count é um serviço que acompanha quantas vezes uma URL foi compartilhada nas principais redes sociais, incluindo Facebook, Twitter, LinkedIn e Google +.

Além do compartilhamento de URL’s, ele também acompanha likes, tuítes e muito mais. O plano grátis permite até 10 mil consultas por dia.

8. Social Searcher

O Social Searcher é uma busca em tempo real dentro das principais redes sociais junto com uma ferramenta de análise.

Você pode procurar, sem a necessidade de fazer login, por dados no Twitter, Google + e Facebook. Também é possível criar alertas e salvar suas buscas.

O serviço premium expande essas possibilidade para salvar históricos, integração com a API do programa e muito mais.

9. Edgerank Checker

O Edgerank Checker é uma ferramenta de análise da Social Bakers que monitora, ranqueia e analisa a sua página no Facebook.

Ele fornece diversas informações para otimizar a sua fan page e ajuda a definir as melhores estratégias para suas ações online. Também é possível testar dias específicos para saber que os seus fãs estão mais ativos no Facebook.

10. Google Alerts

O Google também tem uma ferramenta bem legal que pode ser utilizada para as redes sociais.

O Google Alertas pode ser usado para monitorar qualquer interação online, inclusive menções nas redes sociais e outras atualizações dentro dos seus canais sociais.

11. Google Trends

O Trends é completamente gratuito e permite que você analise termos mais buscados e termos mais populares em um determinado período de tempo. Como os assuntos mais buscados no Google também refletem nas redes sociais. Ele é uma ferramenta incrível para entender e monitorar sobre o que sua audiência está falando.

O monitoramento bem feito é essencial para atingir o sucesso nas redes sociais. Nunca se esqueça de avaliar seus resultados e analisar o que anda funcionando para sua empresa.

impulsionar uma publicação

Impulsionar uma publicação no Facebook vale a pena?

Impulsionar uma publicação no facebook é necessário

Impulsionar uma publicação na rede faz toda a diferença. O facebook vem se tornando uma ótima ferramenta para o seu negócio. Hoje em dia, milhões de pessoas usam as redes sociais, principalmente pelo facebook,  seja com seu perfil pessoal ou com a sua fanpage. As fanpages ou páginas empresariais recebem constantemente em seus feeds a seguinte pergunta: Que tal impulsioná-la por apenas R$ 3?

Se você tem uma fanpage no Facebook, é provável que já tenha visto uma oferta desse tipo. Mas, por mais simples que seja impulsionar um post na rede social, será que esse é o melhor formato de anúncio para sua empresa?

Impulsionar uma publicação  

O Facebook tem diminuído cada vez mais o alcance orgânico de posts na rede social e essa pode ser uma maneira de as empresas gerarem resultados.

Impulsionar publicações é a maneira mais simples de fazer anúncios do Facebook.

Lançada em 2012, foi uma maneira de descomplicar os anúncios na rede social para os empresários, já que na época o Facebook servia bem mais para relacionamentos do que para marketing.

A ideia do impulsionamento é mostrar uma determinada publicação a um público que você definiu, aumentando o seu alcance.

Boas possibilidades

Impulsionar uma publicação pode ajudar você a encontrar mais pessoas que curtam, compartilhem e comentem nas suas publicações.

Posts impulsionados também são uma forma de alcançar pessoas que podem estar interessadas em seu conteúdo, mas que não o seguem no Facebook.

O post impulsionado pode conter um Call-to-Action para levar as pessoas a tomar outras ações, como se inscrever em uma newsletter, fazer uma reserva, dentre outros.

Vale a pena impulsionar uma publicação

Impulsionar uma publicação é algo que divide opiniões de quem investe em Marketing Digital. De um lado, ficam os que defendem o impulsionamento como uma forma simples de criar anúncios; de outro, quem acredita que existem formas mais efetivas de anunciar no Facebook.

Como falamos em outro post, os algoritmos do facebook estão mudando. Está quase impossível ser alcançado de forma orgânica (sem pagar).

Por isso, ao impulsionar uma publicação, torna-se uma forma simples de impactar seus seguidores, fazendo com que vejam seus conteúdos.

Você anuncia no facebook?

Como o mercado náutico pode se beneficiar com o marketing digital

O mercado náutico precisa vender para o Consumidor 3.0

As empresas que atuam no mercado náutico que desejam melhorar suas vendas precisam aplicar estratégias de marketing digital para se relacionar e conquistar o consumidor 3.0. Através de táticas certas, novos clientes serão atraídos para seu negócio proporcionando a geração de leads que através de um bom relacionamento será possível concretizar mais vendas.

Para ter sucesso no mundo dos negócios atualmente é importante que a empresa seja referência no seu segmento. Para construir uma imagem sólida precisa de uma estratégia de marketing de conteúdo para que posso ter autoridade junto ao seu público. O marketing de conteúdo é umas das ações mais eficientes para aumentar o tráfego on-line para sites corporativos. O setor náutico não é uma exceção e também pode se beneficiar da sua aplicação correta. Atualmente são poucas empresas do mercado náutico que aplicam essa estratégia para alcançar mais resultados. E conforme relatou no blog Barra Mais, o mercado náutico brasileiro mostra potencial de evolução.

Essa é uma oportunidade para as empresas que vendem produtos náuticos para se consolidarem e se destacarem no mercado. Quem sair na frente colherá os frutos. Porém, vale ressaltar que toda ação de marketing precisa de um bom planejamento e uma agência para cuidar da imagem e saiba construir uma presença digital.

Aqui separamos algumas dicas para auxiliá-los na hora de fazer seu marketing da maneira correta.

O marketing náutico necessita de bons conteúdos

Para as empresas náuticas alcançarem bons resultados com Marketing Digital é imprescindível o uso de algumas táticas, e produzir conteúdo para atrair e nutrir seus leads é uma delas. Um bom plano editorial com conteúdos relevantes atrairá o consumidor 3.0 que buscam por informações na rede e poderão encontrar seu site em suas buscas.

Para construir seu plano de marketing de conteúdo é primordial conhecer bem quem são suas personas e qual seus interesses. A partir da definição do seu público construa textos e materiais ricos para cada jornada de interesse.

A jornada de compra é dividida em 4 etapas diferentes:

  • aprendizado: o cliente não sabe ou não tem certeza de que possui um problema ou que tem a necessidade de um produto ou de um serviço;
  • reconhecimento: a pessoa pesquisa e tenha acesso a informações que a ajudam a perceber a existência de um problema ou de uma necessidade;
  • consideração: ao perceber que tem um problema, o consumidor segue pesquisando soluções e passa a considerar aquela que melhor se encaixa na sua necessidade;
  • decisão: após analisar as opções do mercado, é tomada a decisão e a compra pode acontecer.

Construa os textos e publique no seu blog, nas redes sociais e divulgue o quanto puder para atrair seus potenciais clientes e compradores de produtos náuticos.

Outra tática que fará seu conteúdo ser encontrado nas buscas orgânicas do Google, Bing ou outras é efetuar um trabalho de SEO (Otimização para mecanismo de Buscca)  que fará seu site aparecer nas primeiras páginas das buscas. Para conseguir sucesso apenas profissionais especializados conseguem elaborar um bom trabalho de SEO. Nós da Divulggare, focamos com grande ênfase nessa tática, pois não é necessário pagar links patrocinados para seu site aparecer nas buscas. Entre contato conosco que podemos ajudá-lo.

Geração de Leads no mercado náutico

O processo mais importante no Marketing Digital  é colher informações do seu público, que é tratado como Leads. Esse processo ocorre em uma página específica do seu site que é uma página de entrada e conhecida como Landing Page. Essas páginas possuem todos os elementos voltados à conversão do visitante em Lead e isso ocorre através de uma moeda de troca e em nosso caso é um conteúdo melhor elaborado ou até para receber mais informações sobre um produto específico.

Há outras táticas para obtenção de leads que é disponibilizar um canal para seus visitantes assinarem sua newsletter.

O mercado náutico pode ser grandemente beneficiado com o uso do Marketing digital e a aplicação correta de suas táticas com certeza vão gerar mais lucro.

Redes sociais para empresas náuticas

As redes sociais são outro canal fundamental de comunicação para alcançar seus futuros clientes e construir seu banco de leads. Com a mudança no comportamento do novo consumidor, usar esses meios ajudam as empresas náuticas criarem uma presença digital e se relacionarem com seu público.

Outro motivo para sua empresa estar nesse mundo é que a maioria das pessoas possuem uma conta em uma mídia social. Atualmente os meios mais importantes são o Facebook, o Instagram e o Twitter. Para mercado náutico o Youtube é um canal com maior potencial para o setor náutico.

Planejamento de marketing no LinkedIn

O linkedIn é uma boa ferramenta de marketing

Muitas empresas estão finalizando seu planejamento de marketing para iniciar o ano de 2018 com o gás todo e nessa lista, o linkedIn não pode ficar fora.

Com os avanços tecnológicos, o ambiente de negócios está em profundas transformações no comportamento dos consumidores. Assim fica impossível considerar todas as variáveis no desenho de um plano de marketing.

Plano de Marketing para o LinkedIn

Hoje em dia não tem mais como fugir do marketing, principalmente na era digital. Não importa se você é pequena, média ou grande empresa, todos estão procurando o marketing para alavancar seus negócios.

Os últimos dados divulgados pelo site linkedIn, mais de 500 milhões de usuários estão conectados na rede social de contatos profissionais. Ou seja, nunca houve uma melhor altura para começar a usar o LinkedIn para nos conectarmos e construirmos o funil de vendas.

Mas como em todas as estratégias de marketing, antes de começar a utilizar o LinkedIn como uma ferramenta de marketing, tem de criar um plano muito conciso e claro daquilo que pretende alcançar.

Faça perguntas 

Uma das formas mais poderosas de vender os seus produtos num mundo atual do digital e social é através dessa rede. Mas para que você obtenha resultados é necessário responder algumas questões básicas.

O que pretendo alcançar com o LinkedIn? Quais são os meus objetivos de marketing para os próximos 3-6 meses? A partir daí você precisa identificar seu público-alvo.

Identifique seu público

Seu próximo passo é olhar para o tipo de pessoas com quem se quer conectar, para que consiga alcançar esses objetivos. Pense em alguns fatores que vão ajudar você quando começar a identificar o seu público-alvo. Lembre-se: É Indústria? Profissão? Qual função da Organização? Qual a Dimensão da Empresa e Localização?

Ao identificar os resultados que pretende alcançar e o público-alvo com o qual se tem de conectar para atingir os seus objetivos de marketing. Depois disso é hora de ir ao LinkedIn e começar a pesquisar por esses decisores para poder construir o seu funil de vendas e começar a criar campanhas para os mesmos.

Marketing através do LinkedIn

Em 2017 a publicidade online foi o principal vetor de crescimento da propaganda no mundo. Isso porque a publicidade online é mais segmentada, mais efetiva e barata.

Justamente por oferecer uma relação custo-benefício imbatível e ser acessível, cada vez mais empresas investem no digital.

Existem diferentes maneiras de vender seus produtos ou serviços. E o marketing digital vem com tudo para ajudar a alavancar as vendas, e o linkedin pode ajudar.

 

 

 

 

Vendas: O Marketing Digital pode dobrar seus lucros

Todo negócio depende das vendas

O maior desafio de toda empresa é, sem dúvida, aumentar sua vendas.  Não importa qual seja seu segmento de mercado, todo negócio depende de vendas.

Isso faz com que o departamento de marketing e vendas trabalhe mais para alavancar o crescimento, aumentar as vendas, e a sua lucratividade.

Com o avanço da tecnologia e as mudanças do consumidor, uma das maiores vantagens é investir no marketing digital. Para conseguir dobrar suas vendas, conheça algumas dicas essenciais que farão você melhorar os lucros da sua empresa.

Seja visto na internet

Ter o próprio site da marca para demonstrar a profissionalização da sua empresa é fundamental. Atualmente, as pessoas que compram em lojas físicas tiveram suas características de produtos ou serviços buscados na internet antes. Isso mostra o novo perfil do consumidor 3.0.

Para você saber como vender mais pela internet é preciso ter em mente que seu site precisa estar bem estruturado e com conteúdo relevante.

As estratégias online são sempre mais baratas quando comparadas a veículos tradicionais (mídia impressa, rádio e TV, por exemplo). Se você realmente investir em boas estratégias o retorno sobre o investimento (ROI) será bem positivo.

Invista no online

Uma das maiores vantagens de investir em sua presença online é que a sua empresa pode começar a qualquer momento. Mesmo com um baixo orçamento seu o retorno pode ser altíssimo.

Por isso, investir em um trabalho de otimização de websites é de suma importância pois, além de ser um cartão postal online que te ajudará a vender mais pela internet, esse trabalho fará com que seu site seja bem reconhecido e bem ranqueado nos mecanismos de busca, bem por exemplo o Google.

Além disso, será preciso que você aposte em algumas estratégias de SEO (Search Engine Optimization) e faça investimentos em mídias pagas.

Atualmente o mais usado é o Google Adwords, porém existem outros como o Bing AdsYahoo Advertising, entre outros.

Esteja nas redes sociais

O aumento da popularidade das redes sociais, principalmente Facebook e InstagramLinkedin, faz com que a interação entre pessoas e empresas seja cada vez mais frequente. Com isso, as redes sociais não devem ser esquecidas.

Ter presença nas redes sociais significa estar onde o seu público-alvo está. Além disso, as redes sociais se tornaram um forte canal de interação, substituído muitas vezes os telefones de SAC.

Se você procura por uma empresa especializada, como Divulggare, lembre-se que ela será responsável por desenvolver as estratégias de Marketing Digital da melhor maneira possível, a fim de encontrar novos clientes e te ajudar a vender mais pela internet e desta maneira dobrar suas vendas.

 

Dicas de Marketing B2B para empresas

O marketing B2B ajuda a aumentar as vendas

Com a agilidade da informação na internet, provavelmente você já se deparou com alguns termos que surgem tanto no ambiente de marketing ou negócios. Você já ouviu falar no marketing b2b (Business to business)?

O marketing b2b refere-se a estratégias de marketing para possibilitar o fechamento de negócios entre empresas, ou como o mesmo nome diz “de empresa para empresa”.

Nesse modelo de negócio, a oportunidade é feita através da geração de leads, para a equipe do time comercial transformará em vendas para a empresa.

Geração de leads

Muitas empresas na busca por aumentar suas vendas começam a usar a geração de leads. Para entender melhor como funciona.

Você possui um site, sua intenção é que pessoas acessem e solicitem contato com a sua empresa; transformando-se em um lead para que seu time comercial possa abordá-lo e converter em vendas. Ex. Site -> visitante preenche formulário -> Time comercial entra em contato -> Venda!

No entanto, até finalizar uma venda é necessário realizar outros processos.

Invista em marketing de conteúdo

Criar bons conteúdos é muito importante hoje em dia. Além de atrair visitas vindas do Google, você prepara os seus leads para fechar uma compra. Por meio do marketing de conteúdo, você fornece informações que vão ajudar o cliente no processo de compra do produto ou serviço.

Isso acontece apenas quando damos ao cliente algo do seu interesse como conteúdos relevantes, ebooks e outros materiais que procuram levar a lead pelo funil de vendas. Desta forma, ajuda a posicionar o seu negócio como referência no mercado e educar os seus seguidores.

Redes sociais

Apesar de não fazerem tanto sucesso em alguns times de marketing B2B, são ferramentas indispensáveis para o sucesso de uma estratégia de marketing digital.

As redes sociais não devem ser ignoradas. Elas são excelentes para criar e nutrir relacionamentos com os seus possíveis clientes, mesmo que sejam outras empresas.

É um caminho mais rápido de seguir os acontecimentos tanto da área em que você atua quanto do mundo todo. Você não precisa estar presente em todas as mídias sociais, mas sim naquelas onde os seus clientes estão.

E-mail marketing

Principalmente no mundo dos negócios, e-mails ainda são uma das formas de contato eficiente que mais fazem parte do dia a dia de todas as pessoas.

Por isso, é importante criar boas campanhas de e-mail marketing e fluxos de nutrição de leads. Assim, você se aproveitará da presença constante dessas mensagens ao longo do dia dos seus futuros clientes para se conectar, educar e nutrir.

Lembre-se: o marketing digital é um grande aliado das empresas B2B que vem para somar. Educar o mercado, gerar leads qualificados, se relacionar e investir em conteúdo de qualidade traz benefícios para qualquer negócio.

Como está a sua estratégia de marketing digital B2B?

 

Monitoramento nas Redes Sociais

Redes Sociais: Como fazer monitoramento eficiente

Dicas importantes de monitoramento nas redes sociais

Talvez você ache que fazer o monitoramento das redes sociais não seja muito importante por achar que elas só são usadas para entretenimento e compartilhamento de imagens e vídeos engraçados, certo?

Errado! Esse cenário já mudou há algum tempo e você precisa, urgentemente, atualizar sua forma de trabalho perante as redes sociais.

As grandes marcas já notaram que as redes sociais são um forte aliado para o engajamento direto com seu cliente, e nossa Fanpage no Facebook é um exemplo, pois é um canal de comunicação aberto e muito mais descontraído.

As Redes Sociais proporcionam um ambiente extremamente favorável para resolver problemas, medir interesses e diversos outros aspectos para promover a sua marca.

Por isso, é muito importante sua empresa estar presente nas redes sociais e fazer o monitoramento de forma eficiente e constante, tanto para medir os resultados, como o comportamento dos usuários. Dessa forma você estará sempre atualizado e com bons dados se precisar melhorar sua estratégia.

A Divulggare pode ajudar a criar ações e estratégias nas redes sociais. Clique aqui para mais informações.

Como faço o monitoramento das Redes Sociais?

Independente das informações que você queira buscar em seu monitoramento, podendo ser a própria marca, produtos, concorrentes ou pesquisa de mercado, é preciso ter em mente um objetivo traçado para fazer esse monitoramento e seguir alguns passos para uma pesquisa de sucesso com resultados consistentes e qualificados.

Defina seus termos de busca

Este é o primeiro passo a ser definido ao criar um monitoramento nas redes sociais. A escolha dos termos varia de acordo com a estratégia da sua pesquisa e é ela que fará o primeiro filtro nos seus resultados.

No caso de uma análise de concorrência, por exemplo, lembre-se de utilizar, além dos nomes dos principais players do seu mercado, as hashtags que eles utilizam e suas contas nas redes sociais. Lembre-se de utilizar aspas no caso de marcas e/ou termos compostos.

Defina suas métricas

Para acompanhar os resultados do seu monitoramento em tempo real ou na periodicidade que você preferir, é importante ficar predefinido algumas perguntas que você queira responder com os dados dos seus relatórios. Aqui vão alguns exemplos:

Qual foi o número de pessoas possivelmente impactadas pelas menções sobre a minha marca nas redes sociais?

Em relação aos usuários, qual a localização com maior número de pessoas comentando sobre a minha marca?

Quem são os usuários que mais falam sobre a minha marca e os que têm maior credibilidade?

Qual é o horário que mais mencionam a minha marca e/ou meus concorrentes nas redes sociais?

Quais são as palavras mais utilizadas pelos usuários ao mencionarem minha marca? E meus concorrentes?

Descobrindo meu público-alvo

O primeiro ponto descobrir seu público-alvo. Infelizmente não dá para abraçar o mundo, então precisamos achar as pessoas que tem interesse em sua marca.

Analise se o seu maior público é maior entre as mulheres ou de homens, qual a faixa etária deles, qual a região de vivem, quais são os interesses e qualquer outra informação que possa ajudar a traçar uma persona.

Como o meu público se comporta?

A escolha das mídias sociais que serão monitoradas é mais um passo importante da criação de um monitoramento.

Não adianta você aplicar toda a sua energia em postagens no instagram, se o seu público está no Linkedin ou no Facebook.

Sabendo a rede social mais eficiente para o seu tipo de negócio, você começa a medir o alcance de formato, os horários que as pessoas estão mais presentes, para que possa traçar uma estratégia mais assertiva. O Sebrae postou em seu site algumas ferramentas que possa te ajudar no monitoramento.

Além da busca pelo feed das redes sociais mais comuns é válido adicionar, por exemplo, as páginas que você ache interessante acompanhar.

Assim é possível visualizar todas as interações públicas de usuários com as marcas. Mais uma opção, é também adicionar grupos, feeds de RSS, entre outras.

Como falar com meu público-alvo?

Quando se fala em conteúdo, muitos acabam ligando a artigos escritos. Mas nas redes sociais o conteúdo também pode ser gráfico ou visual.

Você tem uma série de possibilidades, podendo ser artigo, e-books, vídeos, fotos.

Outra questão é o tipo de linguagem usada, você precisa estar de acordo com a rotina de seu público, fazer testes para descobrir se eles gostam de uma linguagem mais descontraída ou uma linguagem mais formal.

As próprias redes sociais disponibilizam ferramentas de monitoramento cada uma com suas particularidades, sendo assim, cabe a você entender o funcionamento daquela que tiver mais a cara de seu negócio. Além disso, você pode contar com a ajuda de ferramentas de monitoramento de médias sociais que costumam reunir em um só lugar as métricas das contas cadastradas.

Trabalhe com filtros em seu monitoramento

Após criar o seu monitoramento, a utilização de filtros pode ajudar a buscar informações específicas dentro da sua busca. Você pode, por exemplo, filtrar uma data para acompanhar a repercussão de uma campanha realizada pela sua marca ou um dos seus concorrentes.

Ainda nos filtros, é possível buscar informações por palavra-chave, mídias sociais, nome de usuários, entre outros dados.

Utilize tags e categorias

Com a sua pesquisa rodando de forma otimizada, é interessante utilizar tags para categorizar as informações buscadas na sua pesquisa.

Com elas, é possível separar as menções por temas mais comentados pelos usuários, identificar oportunidades de mercado e comparar as informações em seus relatórios. Por exemplo: Reclamação, Atendimento, Produto, etc.

Espero que essas dicas possam te ajudar a fazer um monitoramento de redes sociais com resultados mais precisos e eficientes.

Até breve!

Perfil ou Fanpage no Facebook

Fanpage no Facebook ou perfil? Qual a diferença?

Fanpage ou perfil?

Muitos empresários, ao perceberem a oportunidade de mercado que as redes sociais tem representado nos últimos tempos, tem investido cada vez mais no segmento, criando uma Fanpage no Facebook.

Hoje em dia é muito difícil encontrar alguém que não tenha um perfil no Facebook e essa rede rede de relacionamento é a que mais cresce no mundo!

São mais de 1,8 bilhões de perfis ativos e por esse motivo, os grandes empreendedores estão se relacionando e interagindo com seus milhões de usuários.

Afinal, nada melhor que investir em uma ferramenta de comunicação tão importante para se comunicar nos quatro cantos do mundo e estreitar o relacionamento com clientes sem comprometer o budget da empresa.

Mas, muitas vezes por falta de conhecimento, algumas pessoas usam a rede social de forma errada. A princípio, pode não parecer grande coisa, mas com o passar do tempo algumas contas acabam sendo banidas sem saber por qual motivo.

Por que é importante saber a diferença entre uma Fanpage no Facebook e um Perfil comum?

Um erro clássico entre os usuários do Facebook é criar um perfil comum para uma empresa, quando no certo é criar uma Fanpage no Facebook. Isso jamais deve ser feito, pois um perfil comum não é destinado para o comércio ou para uma organização não governamental.

No perfil não é permitido publicidade e o número de “amigos” é limitado, o que não é interessante para uma empresa.

Por tanto, ao entrar no Facebook, você deve criar um perfil corporativo para sua marca, ou seja, uma Fanpage no Facebook.

Dentro da Fanpage no Facebook é possível criar vários separadores de páginas, com conteúdo personalizado que interage com o seu site e ainda você escolher qual será primeiramente visualizado pelos fãs.

A Fanpage no Facebook também oferece várias ferramentas para empresas, inclusive relatórios de audiência. Você mensura quantas pessoas gostaram do que você divulgou, a porcentagem de homens e mulheres, quantas não gostaram, quantas passaram a curtir a página, quantas (e quando) te abandonaram e outras métricas para ajudar a melhorar sua performance na rede.

Por estas diferenças é que devemos abrir uma conta de acordo com as nossas necessidades. Mas vale ressaltar que mesmo para abrir uma Fanpage no Facebook é necessário abrir uma conta pessoal com os seus dados.

É muito importante que você conheça bem o seu público, para que a sua Fanpage no Facebook tenha o retorno desejado e consequentemente, possa crescer bem e de forma contínua.

Perfil x Fanpage no Facebook
Diferença entre um Perfil e uma Fanpage no Facebook
BACK TO TOP