Como vender mais em seu hotel, veja 4 dicas
Como vender mais em seu hotel

Como vender mais em seu hotel, veja 4 dicas

Como vender mais em seu hotel pelo site

Como vender mais em seu hotel? Essa é uma pergunta que muitos proprietários da rede hoteleira fazem. Vender mais é o que todo empresário deseja. Isso é possível em qualquer período do ano. Mesmo onde há o turismo sazonado.

O site do hotel é uma ótima fermenta para isso. Não esqueça que o site é seu cartão de visita e o perfil do consumidor mudou. Ou seja, todos estão na rede. Quando querem encontrar algo, eles vão a sites de buscas fazer suas pesquisas.

Mas existem algumas dicas que separamos nesse artigo para ajudar você.

Informações atualizadas

Como vender mais em seu hotel se não tiver as informações corretas? Isso mesmo. A primeira coisa a ser feita é ter um site atraente para chamar atenção de seus clientes. Tenha boas fotos e descrições caprichadas da infraestrutura do seu estabelecimento.

Um grande diferencial é disponibilizar canais de comunicação com os seus hóspedes, como telefone, e-mail e chat. Outro detalhe importante. Não deixe de responder.

Lembre-se que o hóspede já esta em seu hotel, ele pode tocar, senti-lo, observar por todos os ângulos e ler as informações gerais, mas a reserva on-line não permite essa interação.

Seja transparente

Os clientes que procuram se hospedar querem ter segurança de suas informações. Aí você deve estar se perguntando, mas como vender mais em meu hotel tem a ver com segurança? Simples, eles procuram transparência.  Os hóspedes se sentem seguros ao saber que estão negociando com pessoas reais, quando fornecem os dados do seu cartão de crédito.

Eles querem saber se houver algum problema em sua reserva on-line, eles poderão falar com alguma pessoa e conseguir ajuda para o que precisam.

Se seu site não apresenta nenhuma informação de contato? Será que seu hospede terá facilidade em resolver esse assunto?

Deixe essas informações visíveis, geralmente no cabeçalho ou no rodapé. Além disso, disponibilize mais de uma forma de contato, se possível.

Dê atenção

Já falamos isso e reforçamos esse assunto. Responda todos os e-mails que receber e o mais rápido possível. Com a falta de tempo das pessoas, a demora nas respostas possa acarretar na desistência de seu hospede ficar em seu hotel.

Muitas vezes as pessoas querem apenas tirar algumas dúvidas antes de comprar na internet. Se há demora a responder na internet, seu futuro hóspede poderá imaginar que o hotel não o valoriza. Então, fique atento no seu feedback. E não deixe nenhum detalhe passar batido.

As pessoas gostam de ganhar coisas

Sabe aquele desconto legal, um drink famoso do hotel e até mesmo passeio? Descontos na baixa temporada ou até na alta mesmo. Super pacotes de serviços, enfim, tudo vai depender da sua criatividade. Essas são algumas das maneiras de como vender mais em seu hotel.

Apesar desta técnica não ser nenhuma novidade, funciona incrivelmente bem com qualquer produto a venda na internet.

Quando for fazer anúncios pagos, recomendamos buscar apoio profissional para não correr o risco de jogar dinheiro fora. Uma campanha bem montada gera a quantidade de vendas de acordo com o quanto você está disposto a investir.

Espero que essa dica tenha ajudado você em como vender mais em seu hotel. Consulte gratuitamente um de nossos profissionais.

funil de vendas

Como funciona o funil de vendas

Funil de vendas faz parte do marketing digital

Mesmo com tantas informações disponíveis na internet, ainda existem diversas dúvidas sobre o que é o Funil de Vendas. Na verdade este é um processo que consiste em acompanhar um cliente ou um possível cliente. Dessa forma, você saberá como é possível vender mais em tempo de crise.

Desde o momento em que ele toma conhecimento de seu produto ou serviço até a efetivação do negócio.

Ou seja, trata-se de direcionar ao seu público-alvo,  o rumo a seu objetivo final, que é a concretizar a venda.

Topo do Funil

Com intuito de despertar o interesse das pessoas pelo seu segmento, tema de marcado; e até mesmo pela sua marca, o tipo de conteúdo deve ser mais educativo. Ou seja, divulgar seu conhecimento de mercado fazendo gerar interesse de muita gente, que começará a acessar seu conteúdo. Tudo isso faz parte do marketing digital.

Passar conhecimento de forma rápida, como infográficos e e-books são bons para serem usados no funil de vendas.

De forma clara, o topo do funil tem o interesse de gerar lead, que será alimentado com o tempo até chegar ao fundo do funil e tornar-se cliente.

Meio de funil

Podemos dizer que estamos no meio do funil de vendas quando uma pessoa tem um entendimento um pouco maior sobre um produto/marca ou serviço e faz uma busca mais completa.

Nesse estágio, já demonstram uma certa intenção do usuário, e a pessoa já procurara por algo mais concreto.

Depois de converter os Leads, está na hora de estabelecer um relacionamento com o objetivo de fazê-los continuar avançando na jornada de compra e que cheguem mais maduros para o time de vendas.

Fundo de funil

No fundo do funil de vendas, encontram-se aquelas pessoas que já sabem sobre o assunto e que provavelmente já escolheram alguma marca ou empresa para saber mais detalhes.

A decisão é a parte mais simples, pois é basicamente o momento de fechamento da compra.

O time de marketing sinaliza que os Leads já tiveram relacionamento significativo e estão prontos para serem abordados. Eles se tornam oportunidades para o time de vendas.

Clientes

Ao realizar a primeira venda para a oportunidade ela se torna um cliente e é um sinal de que ao longo da jornada. Entende-se que as principais “dores” do Lead e a solução apresentada estava alinhada com as suas expectativas.

O foco nesse estágio do funil de vendas deve ser a retenção, estimular à compra de novos produtos ou à recomendação de novos clientes.

Entendeu o conceito de funil de vendas? Aumente os seus resultados, converta visitantes em leads e leads em vendas!

aumente suas vendas

5 dicas de vendas que não podem faltar em seu negócio

Faça ações básicas para melhorar as vendas da sua empresa

Hoje em dia vender mais é o sonho de qualquer empresa. Considerada uma das atividades mais importantes nas empresas, há muitas maneiras de melhorar suas vendas. Assim é possível expandir a empresa, o faturamento e até contratar mais pessoas.

Existem várias estratégias, teorias, discussões sobre esse assunto e um vasto acervo na internet com orientações mais específicas.

Reunimos aqui, dicas básicas que servem para qualquer empresa colocar em prática e turbinar as vendas em sua área.

Conhecer bem o produto

Com o passar dos anos, o perfil das pessoas mudaram e os especialistas os chamam de consumidores 3.0.

Hoje, o consumidor realiza pesquisas de produtos ou serviços através da internet por meio das redes sociais, blogs e sites, para depois efetuar suas compras; seja em uma loja física ou virtual.

É fundamental que você e seus vendedores conheçam muito bem o produto ou serviço que a sua empresa oferece no mercado.

Ou seja, é necessário estar bem preparado, com respostas na ponta da língua, para atender os clientes da melhor maneira e converter o máximo de consumidores que for possível diariamente.

Atender Bem

Atender bem é essencial para manter a satisfação e para fidelizar o cliente. Ser cordial, com maneiras básicas.

Seja cortes, atenda bem a qualquer pessoa que se dirigir ao seu comércio. Esqueça seus próprios preconceitos. Pare de formar impressões antecipadas e distorcidas dos clientes. O tratamento “senhor” ou “senhora” deve ser dirigido mesmo a jovens, a não ser que o cliente o autorize a chamá-lo por “você”.

Cumprimente a todos com um sorriso. Deixe o consumidor à vontade e lhe preste um atendimento eficiente, orientando-o em sua compra de maneira clara e educada.

 Saiba Ouvir

Outra dica para atender melhor e conhecer bem o cliente, é necessário “ouvir” suas necessidades para consequentemente aumentar suas vendas.  Esteja sempre atento ao que o cliente diz. Se ouvimos os consumidores e não aplicamos as informações na prática, estamos jogando fora todo o nosso esforço. Soluções criativas de problemas requerem conhecimento de muitos aspectos relevantes, e que na maioria das vezes, as informações virão do diálogo entre você seu cliente.

Foco na Solução

 Um dos erros da grande maioria dos vendedores é se dedicar demais ao fechamento de uma venda, ou seja, empurrar uma venda, forçando a barra com o cliente.

Para se concluir boas vendas é necessário fazer que o negócio seja fechado de forma natural. Desta forma o vendedor ganha a confiança do cliente e mostra que você realmente está interessado em ajudá-lo a encontrar a solução para um problema que ele tem que resolver em sua empresa ou mesmo em seu dia a dia.

Fidelize o consumidor

Além dessas dicas básicas para aumentar suas venda, é necessário fidelizar o consumidor e convencê-lo a voltar. Peça ao gerente para abordar os clientes e pedir opinião e sugestão sobre o vendedor e sobre sua experiência de compra. Faça um cadastro do cliente para que possa ser usado no marketing digital para se aproximar mais do cliente.

Assim mostrará que sempre estará pronto para atendê-lo.

características do consumidor 3.0

Vender hoje em dia para o consumidor 3.0

Com os avanços e inovações tecnológicas surgiu o consumidor 3.0

O consumidor 3.0 realiza, antes de efetuar suas compras, pesquisas de produtos ou serviços através da internet por meio das redes sociais, blogs e sites.

Diferentes daqueles espectadores que não tinham outra opção a não ser ouvir passivamente ao que o rádio, a televisão e os vendedores das lojas lhes diziam, os consumidores 3.0 não saem de casa sem saber todos os detalhes sobre o produto que deseja comprar.

Assim o consumidor é mais comunicativo, reivindicativo, interativo e opinativo, buscando maior comunicação com a empresa.

Uma grande oportunidade aos empresários que estão atentos para interagir com o consumidor 3.0 por meio de canais eletrônicos.

Use as redes sociais

Para atrair cada vez mais o consumidor 3.0 e assim vender mais, temos que destacar a importância de se usar as redes sociais. Seja por smartphone, tablete ou computador, todos estão conectados de alguma forma por meio da internet.

As redes sociais estão entre os recursos para vender mais e que merecem um destaque especial. Estar nesses canais é o mesmo que ficar mais perto dos clientes.

A partir da criação de uma estratégia de engajamento e participação, é possível tanto fazer ofertas quanto fortalecer o relacionamento.

Crie um relacionamento com o cliente

A empresa deve pensar em criar um relacionamento com quem compra. Com a internet e graças ao marketing digital, isso se torna mais simples. O consumidor 3.0 já não se satisfaz com pesquisas de preços ou informações.

Ele exige um relacionamento com a marca, de modo a ter confiança e, a partir disso, realizar a compra em questão.

É possível criar conteúdo para se estabelecer como uma autoridade, assim como utilizar diversos recursos. Tudo isso mantém o consumidor 3.0 por perto e garante uma atuação mais assertiva.

Saia do básico

Nos dias atuais, os vendedores não podem ter informações básicas sobre o produto. O vendedor precisa conhecer de forma mais detalhada os diferencias e características de um produto para conseguir convencer seu cliente 3.0 a finalizar sua compra.

Nesse conjunto, ter agilidade, paciência, simpatia, disponibilidade para ouvir também são fundamentais.

Outro aspecto é se sentir bem dentro da loja, debater os aspectos técnicos do produto comprado e, finalmente, sair da loja com a certeza de ter feito um bom negócio.

Uma maneira de encantar o consumidor final é surpreendê-lo com informações melhores e mais completas do que aquelas que ele já traz de casa.

Para vender para as novas gerações, os profissionais precisam se colocar na posição do comprador e entender sua realidade. Eles têm várias opções disponíveis e informações na palma da mão. Leve isso em conta e crie uma estratégia capaz de concretizar a experiência de vendas perfeita.

 

venda e marketing

Venda e marketing: tudo junto e misturado

A importância de alinhar os departamentos de venda e marketing

Venda e Marketing são dois departamentos de extrema importância para as empresas. Quem trabalha nesse meio conhece bem as diferenças e rivalidades comuns às áreas de venda e marketing e, em alguns casos, nos fazem pensar que trabalham uma contra a outra.

Mas, você já ouviu falar em Smarketing?

O termo Smarketing nada mais é do que a junção entre as palavras em inglês “sales” e “marketing”, ou seja, “venda e Marketing”.

Smarketing representa uma união dos departamentos de venda e marketing por meio do alinhamento de objetivos, métricas e processos para aumentar drasticamente a eficiência da aquisição de clientes.

A união e o alinhamento entre os departamentos de venda e marketing produzem melhores resultados para a empresa. Sendo assim, podemos perceber a importância do profissional de marketing em determinadas ações .

Atualmente, o que se espera dos profissionais da área de marketing é que eles:

  • Representem a voz do cliente;
  • Monitorem as mudanças no contexto dos negócios para obter insights dos clientes;
  • Construam e gerenciem as marcas da empresa;
  • Atualizem a tecnologia e as habilidades de marketing da empresa;
  • Enriqueçam o portfólio de produtos da empresa com seus insights;
  • Façam a mensuração e a prestação de contas do desempenho financeiro.

Com toda essa responsabilidade, fica claro que os departamentos de venda e marketing devem estar alinhados. O marketing atual não tem o objetivo apenas de fazer de sua marca uma opção entre tantas, mas, sim, de tornar-se a marca preferida do consumidor, ou seja, uma referência.

Dicas de como integrar os setores de  venda e marketing

Se na sua empresa as áreas de venda e marketing não costumam conversar, isso não deve ser motivo para desespero neste momento. É possível melhorar a integração entre esses dois setores com estas dicas:

Agende reuniões regulares entre venda e marketing e proporcione debates e trocas de ideia e informação entre os profissionais dos dois grupos.

  • Facilite a comunicação entre o pessoal de Venda e de Marketing.
  • Estabeleça objetivos de faturamento e sistemas de recompensas.
  • Melhore o feedback da força de vendas.

Estime seus consumidores 3.0, respeite seus concorrentes, esteja preparado para a transformação.

É preciso conquistar a lealdade de seus consumidores 3.0 por meio da troca de emoção e valores e também por meio do oferecimento de soluções que resolvam não só suas necessidades, mas também seus anseios espirituais. Aqui temos um post que trata quem são os consumidores 3.0.

Além disso, é preciso também respeitar a concorrência, afinal, o mercado só cresce quando há concorrência.

Respeite, acompanhe e conheça a fundo seus concorrentes para poder conhecer também sua posição no mercado e aprimorar cada vez mais sua empresa.

Não esqueça que o mercado está em constante movimento. Seus concorrentes e clientes irão se transformar e você precisa estar sensível a isso. Ou seja, deve perceber as mudanças para acompanhá-las e também antecipá-las.

Foque nos clientes que mais têm a ganhar com sua empresa e proteja seu nome.

Com os departamentos de venda e marketing alinhados é hora de se preocupar com a captação de clientes. Existe uma diversidade de clientes, aborde primeiro aqueles que mais irão se beneficiar com o que sua empresa tem a oferecer. É o princípio da segmentação. Certifique-se de que seus valores e pontos de vistas estão alinhados com os públicos com maior chance de aquisição de seus produtos e/ou serviços.

Não esqueça que a reputação da sua empresa é tudo. Como os seus consumidores 3.0 veem sua marca é o que vai fazê-los decidir por sua empresa ao invés do concorrente.

Se existem dois produtos iguais, os clientes irão escolher aquele com a marca que tem a melhor reputação. Por isso, é preciso se posicionar e deixar claro os valores da marca para seu público e defender esses valores sempre que possível.

Esteja sempre disponível e ofereça um bom pacote de serviços a um preço justo

É preciso facilitar a vida de quem procura por sua empresa. Se, por um lado, os consumidores 3.0 estão sempre conectados, por outro, muitas pessoas ainda não alcançaram o acesso facilitado ao mundo digital. Por conta dessa diversidade, leve em consideração os diferentes canais de comunicação. Ajude seus potenciais consumidores a encontrá-lo. Aqui temos uma orientação de como atrair seu consumidor.

Além do mais, faça ofertas de seus serviços, em que o preço e a qualidade estão equiparados. Os clientes irão abandonar as empresas que fizerem ofertas enganosas. Você não precisa ser o mais barato – se o preço for compatível com a qualidade e os benefícios oferecidos, os consumidores sentirão que pagaram o que foi justo.

Lembre-se que é preciso encarar seus clientes como clientes para toda a vida. Para isso, é preciso conhecer os diferentes tipos de públicos e saber quais são suas necessidades, seus desejos e comportamentos.

Ao atrair o cliente certo e cultivar sua satisfação por um bom tempo, a empresa ganha um apoiador para o marketing – o consumidor torna-se defensor e divulgador da marca.

Aperfeiçoe continuamente o seu processo empresarial

Nunca deixe de investir na melhoria de seus processos. Seu objetivo deve ser sempre cumprir as promessas feitas a clientes, parceiros e fornecedores. Priorize as questões relacionadas à qualidade, quantidade, data de entrega e preço para não desapontar nenhum de seus públicos.

Além de analisar dados e informações, leve em conta seu conhecimento e suas experiências na hora de tomar uma decisão. Gestores sábios levam em consideração mais que os impactos financeiros para orientar suas ações.

Atualmente, todos têm facilidade de acesso a infinitos dados sobre os clientes. Porém, saber interpretá-los e o que fazer com eles é a chave para o sucesso. Aqui tem uma ferramenta que pode ajudar a analisar a Big Data o Comerce360.

Enraizando esse conceito, assimilando os mandamentos e colocando as dicas em prática, em pouco tempo você fará na sua empresa um novo marketing que atende às necessidades do novo consumidor. O resultado positivo em vendas será consequência.

vender mais na crise

Como vender mais durante a crise com as nossas dicas

Dicas incríveis de como vender mais e aumentar a lucratividade durante a crise

Como vender mais é, sem dúvida, o maior desafio de toda empresa, principalmente as de pequeno e médio porte.

E um dos desafios do departamento marketing e vendas de toda empresa é trabalhar para alavancar o crescimento, aumentar as vendas, a lucratividade e etc.

Não há nenhum tipo de negócio que não dependa de vendas, então nada melhor do que conhecer as nossas dicas de vendas que farão você melhorar os lucros da sua empresa e, consequentemente, ganhar mais dinheiro.

Não importa se você é o patrão ou apenas um vendedor comum. Vendedores vivem de comissão e vender mais sempre é o objetivo principal, não é mesmo? Então confira as nossas dicas de vendas.

Tenha uma meta definida e conheça seu funil de vendas

A maioria das empresas estipula uma meta de vendas no início do mês para que você atinja as expectativas da empresa. Na maioria, existe até mesmo uma bonificação para quem alcança esta meta.

Se a sua empresa não estipula uma meta, você deve ter em mente que estipular uma própria é fundamental para vender mais e atingir seus objetivos.

Para alcançar o sucesso você também precisa ter conhecimento de como funciona o seu funil de venda. É dessa forma que você mensura a evolução dos resultados e traça novas linhas de trabalho, caso não esteja funcionando de acordo com o esperado.

Para ajudar a sua empresa fazer um diagnóstico da sua situação atual e conhecer o passo a passo de um funil de vendas, clique aqui.

Acompanhe sempre suas metas para alcançar bons resultados.

Faça sua empresa vender mais com o Marketing Digital

Uma das maiores vantagens de investir na presença online é que a sua empresa pode começar mesmo com um baixo orçamento e o retorno pode ser altíssimo.

As estratégias online são sempre mais baratas quando comparadas a veículos tradicionais (mídia impressa, rádio e TV, por exemplo), e se você realmente investir em boas estratégias o retorno sobre o investimento (ROI) será bem positivo.

Para você saber como vender mais pela internet e alavancar as vendas da sua empresa, é preciso ter em mente que seu site precisa estar bem estruturado e com conteúdo relevante.

Por isso, investir em um trabalho de otimização de websites é de suma importância pois, além de ser um cartão postal online que te ajudará a vender mais pela internet, esse trabalho fará com que seu site seja bem reconhecido e bem ranqueado nos mecanismos de busca, bem por exemplo o Google.

Além disso, será preciso que você aposte em algumas estratégias de SEO (Search Engine Optimization) que, nada mais são, do que alguns macetes na programação do site que farão com que ele apareça nas primeiras páginas das pesquisas sobre os produtos ou termos que você anuncia no seu site.

Outro fator que deve levar em conta são os investimentos em mídias pagas. Ela é uma grande companheira de quem está começando na web ou para quem precisa lançar um novo produto no mercado. Atualmente o mais usado é o Google Adwords, porém existem outros como o Bing Ads, Yahoo Advertising, entre outros.

As redes sociais não devem ser esquecidas, o aumento da popularidade das redes sociais, principalmente Facebook e Instagram e Linkedin, faz com que a interação entre pessoas e empresas seja cada vez mais frequente.

Ter presença nas redes sociais significa estar onde o seu público-alvo está. E, quanto mais visto pelas pessoas que se interessam pelo que você oferece, mais rápido o seu negócio vai crescer.

As redes sociais são também um forte canal de interação, isso se deve à facilidade em que se pode entrar em contato e ser notificado quando há uma resposta.

Para que você saiba como vender mais pela internet, procure por uma empresa especializada, como a Divulggare.

Ela será responsável por desenvolver as estratégias de Marketing Digital da melhor maneira possível, a fim de encontrar novos clientes e te ajudar a vender mais pela internet.

Você pode vender mais sendo autoridade do seu segmento

A produção de conteúdo é um dos pilares que sustenta o Marketing Digital e deve ser o principal foco de quem quer usar a internet como uma ferramenta para aumentar as vendas.

Os conteúdos de qualidade são os grandes responsáveis por aumentar a relevância do seu site nos buscadores, principalmente o Google. Isso significa que mais pessoas vão encontrar sua empresa mais facilmente e te ajudará a vender mais. Conforme a pesquisa consumidor digital 2017 da Conversion, publicado na Promark, 78% dos brasileiros usam a pesquisa do google para comprar e 79% dos leads não concluem a compra por falta de informação e má nutrição dos consumidores, segundo dados da Marketingsherp.com.

Essa estratégia de Inbound Marketing têm sido cada vez mais discutidas e estudadas no mercado brasileiro — e, de fato, se mostrado um excelente potencializador de resultados.

Quando você entende o que o seu cliente busca, você gera valor, conquista o consumidor, e se torna uma autoridade no seu nicho de mercado, além de criar um ativo para a sua marca.

Além disso, o conteúdo tem o poder de engajar a sua audiência, fazendo com que a sua publicação tenha um alcance mais amplo, e, consequentemente, mais vendas.

Ou seja, esse conteúdo vai continuar gerando visitas espontâneas para o seu site, mesmo tempos depois de ter sido publicado.

Quando falamos conteúdo, não focamos apenas em textos. Podemos utilizar, por exemplo: vídeos, para educar o potencial cliente e prepará-lo para a compra como para relacionamento com a base de clientes.

Dicas em vídeo, animações, webinars, treinamentos online e outros formatos audiovisuais são excelentes formas de conteúdo para gerar valor para sua audiência.

A audiência qualificada vai ajudar você a construir um posicionamento e se tornar uma autoridade.

E quando você é relevante o suficiente para ser uma autoridade, sua marca se destaca da concorrência.

Observe sempre os resultados de suas ações

Se você decide anunciar em um outdoor, por mais atenção que a sua publicidade tenha chamado jamais poderá dizer precisamente quantas pessoas foram impactadas pelo anúncio, muito menos quantas vendas ele gerou.

No Marketing Digital, a história é bem diferente.

A capacidade de mensurar dados e medir o alcance das suas campanhas é um dos grandes trunfos que você tem na manga ao investir em mídias digitais, pois isso é o que vai ajudar a mapear a jornada de compra do seu consumidor e ainda fazer testes para corrigir erros no meio de uma campanha.

Nos vídeos, por exemplo, podemos medir, por exemplo, qual o tempo médio de visualização de cada vídeo, a taxa de abandono dos vídeos, quantos cliques os links nos vídeos tiveram, quantos Leads foram gerados a partir desses vídeos e muitos outros dados.

Outra vantagem disso é que, uma vez mapeado o que funciona e descartado o que não teve bom desempenho, você tem em mãos um método de vendas poderosíssimo, replicável e adaptável às suas próximas campanhas.

Há muitos meios de medir e entender como anda seu crescimento no meio digital. O mais usado é o Google Analytics que disponibiliza uma poderosa ferramenta gratuita para mensurar a saúde do seu site.

Conheça muito bem o produto ou serviço que está vendendo

Não tem nada mais desagradável do que perguntar algo sobre um produto ou serviço que queria comprar ao vendedor e ele não saber te responder. Ou, pior ainda, começar a enrolar e criar uma situação ainda mais desagradável.

Por isso, não importa se você é vendedor ou é proprietário da empresa.

A função do vendedor é sempre passar confiança e segurança para o comprador e para isso ele deve saber tudo sobre os produtos e serviços que vende.

Lógico que é normal que não saiba alguma coisa sobre um produto ou serviço que é menos vendido, mas para isso existe sempre a postura profissional de pedir ao cliente um momento e perguntar a quem saiba, sem demonstrar insegurança.

Uma boa tática para mostrar seus conhecimentos ao cliente para entusiasmar a venda é oferecer uma demonstração do produto, mostre ao cliente como o produto funciona. Ligue na tomada e faça o que for possível. No caso de produtos que não funcionam desta forma, ofereça amostras grátis.

Lembre-se que cada pessoa tem um nível de conhecimento diferente sobre um produto. Tente encontrar um nível adequado para que a pessoa entenda sobre o que você está vendendo e possa fazer a compra.

O cliente fica mais confiante sobre a eficiência do que está interessado e mesmo que não decida comprar naquele momento, as chances dele voltar e vocês fecharem a venda são maiores.

Para vender mais, você precisa de equipe de vendas treinada

Um dos maiores erros cometidos por vendedores, principalmente os mais antigos, é achar que já sabem de tudo e não precisam de preparação. Sempre haverá um produto novo, um método novo de pagamento, um serviço diferente ou alguma coisa com a qual tenha que se adaptar.

Por isso, esteja sempre atualizado com o mercado de trabalho, pesquise, estude. Sempre haverá uma novidade diferente no segmento ou no setor que trabalha.

Acompanhar notícias importantes na internet e as publicações voltadas ao ramo que trabalha darão mais suporte para as vendas, aumentando suas chances de conquistar bons números.

A internet sempre proporciona dicas que podem ajudar a fechar aquela venda tão esperada.

Mantenha um bom relacionamento com seu cliente

Cumprimentar um grande cliente todas as vezes que o vê e até adicioná-lo nas redes sociais quando se trata de vendas pela internet, é uma forma de tornar-se um amigo da pessoa e transmitir cada vez mais confiança e segurança.

Quando você fala olhando nos olhos e mantém um bom relacionamento com o cliente, você passa uma sensação de que a pessoa pode confiar no que está dizendo e as chances de aceitar a sua oferta são muito maiores.

Atitudes deste tipo levarão a pessoa a comprar com você sempre que voltar à sua empresa, além de deixá-la muito mais à vontade nas próximas compras.

Inbound Marketing

Como se diferenciar da concorrência e atrair mais clientes com o inbound marketing

Seja diferente, atraia novos clientes com o inbound marketing

Para se diferenciar da concorrência e atrair mais clientes nos dias atuais é muito importante investir em marketing digital. A integração entre as áreas de vendas e de marketing é uma tendência muito forte e isso tem sido observado nas grandes empresas que hoje despontam no mercado.

As novas ferramentas e os modelos de otimização de marketing, como o Inbound Marketing e a Automação de Marketing, estão começando a ganhar interesse aqui no Brasil. E sim, esse trabalho tem se tornado comum entre as empresas, pois essas ferramentas são uma grande otimização de resultado e custo/beneficio e, as empresas que adotaram esse tipo de lógica estão expandindo cada vez mais.

Mas, o que é o Inbound Marketing?

Existem várias traduções para o português do Inbound marketing, mas, a melhor delas é: “o novo marketing”. O Inbound é uma estratégia inovadora que rompe com os antigos conceitos de marketing e traz uma nova visão de trabalho, que se baseia em ganhar o interesse das pessoas e fazer com que seus potenciais clientes te encontrem e te procurem.

O Inbound Marketing foca seus esforços em atrair e conquistar pessoas certas fazer com que eles te encontrem e que você se comunique com eles, entenda as suas necessidades, ou seja, busca o público alvo e os leads qualificados que realmente tenham interesse nos serviços/produtos que a sua empresa oferece.

Mas o Inbound Marketing é maior…

O Inbound marketing possui como um de seus pilares o marketing de conteúdo, se concentrando na criação e compartilhamento de conteúdo de qualidade para trazer as pessoas certas para a sua empresa. Para isso, é preciso alinhar o conteúdo com os interesses do seu público-alvo, assim você atrai o tráfego de entrada e então, pode converter em leads, fechar negócios e conquistar a fidelidade do cliente.

Em outras palavras, o Inbound marketing é a melhor maneira de transformar estranhos em clientes e promover um negócio.

A metodologia do Inbound marketing

Adaptada a atual situação de mercado e aos atuais hábitos de compra dos consumidores, a estratégia combina a criação de conteúdo com automação de marketing e possui uma metodologia baseada nas seguintes ações:

  • Atrair o tráfego de visitantes;
  • Converter visitantes em leads;
  • Fechar leads em clientes;
  • Fidelizar os clientes para que se tornem promotores da sua marca.

Todas essas ações são integradas (SEO, blog, mídias sociais, e-mail marketing, landing pages, etc), são configurados um sistema de automação de marketing e tudo é monitorado pela ferramenta que fornece dados para mensurar e analisar cada ação e seus respectivos resultados, para que as táticas sejam aprimoradas continuamente.

É uma estratégia complexa, focada no público-alvo, planejada e que reúne as melhores ações de marketing para atrair o público certo da sua empresa e fazer esses leads passarem por todas as etapas do funil de venda até estarem prontos para se tornarem um cliente, e depois, clientes satisfeitos começa o processo para fidelizá-los.

Ao publicar o conteúdo certo no lugar certo, o marketing torna-se relevante e útil para seus clientes e não interruptivo. Assim, ele ganha a atenção dos potenciais clientes e conduz os consumidores para o seu site, através da geração de um conteúdo que o seu público-alvo considera relevante.

Dessa forma, o Inbound marketing ajuda a consolidar uma marca e capturar mais leads qualificados, além de colaborar para a conversão desses leads, aumentando o número de clientes e mensurando os resultados.

O que um Sistema de Automação de Marketing entrega, afinal?

Muitas coisas. Mas fundamentalmente:

  • Alinhamento e definição dos papéis de Marketing e Vendas
  • Fluxos de comunicação automatizados;
  • Gerar mais leads com sistema de lead score para encontrar novas oportunidades;
  • Aumentar a taxa de fechamento de negócios através de leads qualificados;
  • Cross sell / up sell / retenção;
  • Vender produtos adicionais (cross selling);
  • Vender sempre e por mais tempo;
  • Vender mais do mesmo produto / serviço;
  • Segmentar conteúdo um-a-um;
  • Aumentar taxas de abertura e conversão dos e-mails e ofertas;
  • Diminuir a taxa de abandono do carrinho de compras;
  • Diminuição de custos de Marketing;
  • Medir o custo de aquisição de clientes;
  • Maior controle com os números proporcionando mensurar e comprovar ROI;
  • Rastrear atividades e captura informações dentro e fora do site;
  • Criar e fazer a gestão de campanhas e suas interatividades em diversos canais e momentos;
  • Integrar com CRMs para melhorar o gerenciamento de clientes.
  • E muito mais…

Quer saber como está a condições da sua empresa em relação às ações de marketing digital? Clique aqui para fazer uma avaliação grátis.

Gostou da nossa informação? Então nos ajude a divulgar. Compartilhe!

BACK TO TOP